Como o Alter Bridge foi ajudado por música usada por wrestler da WWE

Lutador Edge usou faixa do álbum de estreia da banda como trilha para sua entrada em cena

Misturando esporte e dramatização, o wrestling atravessa gerações como uma forma de espetáculo que entretém e possui uma audiência de respeito. Especialmente nos Estados Unidos, onde várias associações levam seus shows pelo país e possuem público fiel em transmissões televisivas.

Não à toa, muitos artistas acabam se beneficiando dos holofotes. Especialmente músicos, que acabam cedendo suas criações para momentos como as músicas de entrada dos lutadores nas arenas.

- Advertisement -

O Alter Bridge é um exemplo. Quando o wrestler Edge usou “Metalingus” como sua trilha, o grupo alcançou uma audiência que jamais os conheceria de outra forma, como destacou o vocalista Myles Kennedy ao podcast Drinks With Johnny (com transcrição do Ultimate Guitar).

“Sem dúvida foi um dos aspectos mais importantes para que as pessoas descobrissem a banda ao longo dos anos, especialmente no exterior. Nós vamos a algum lugar, e alguém chega e diz: ‘Eu não tinha ideia de quem vocês eram, mas eu amo essa música. Descobri a banda com ela’. Foi ótimo para nós, realmente apreciamos isso.”

Leia também:  A curiosa epifania que fez Gene Simmons parar de enrolar esposa após 28 anos

Alter Bridge, “Metalingus” e “Pawns & Kings”

“Metalingus” faz parte de “One Day Remains”, álbum de estreia do Alter Bridge, lançado em 2004. O trabalho chegou ao 5º lugar no The Billboard 200, ganhando disco de ouro nos Estados Unidos.

Recentemente a banda lançou “Pawns & Kings”. 7º disco de estúdio, chegou ao Top 20 em 8 paradas entre Europa e Oceania, com destaque para o 6º lugar no Reino Unido.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo o Alter Bridge foi ajudado por música usada por wrestler da...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades