Tarantino critica decisão de tornar personagem branco em “Taxi Driver”

Diretor argumenta em seu novo livro "Cinema Speculation" que o racismo de Travis Bickle deveria ter sido mais evidenciado no filme

Quentin Tarantino lançou no último dia 25 de outubro “Cinema Speculation”, seu primeiro livro de ensaios sobre a sétima arte. E num capítulo dedicado a “Taxi Driver”, um de seus filmes preferidos, o diretor argumenta que uma das poucas falhas do longa se deve à etnia de alguns dos personagens.

O cineasta escreve no livro que a Columbia Pictures diluiu a potência do roteiro original de Paul Schrader ao fazer Martin Scorsese mudar alguns personagens originalmente negros para brancos. O destaque principal nesse sentido é o cafetão Sport, interpretado por Harvey Keitel.

- Advertisement -

Segundo Quentin Tarantino, o personagem principal do longa, Travis Bickle, é fundamentalmente racista. Na visão dele, mostrar mais interações dele com pessoas não-brancas teria feito o longa mais forte. Ele escreveu (via IndieWire):

“O filme deixa óbvio que ele vê homens negros como figuras de criminalidade malévola. Ele é repelido por qualquer contato com eles. Eles são para serem temidos ou, no mínimo, evitados. E como nós vemos o filme sob o ponto de vista de Bickle, nós acabamos vendo isso também.”

Para o diretor de “Django Livre”, a decisão de não escalar atores negros em “Taxi Driver” reflete muito mais o incômodo por parte os produtores em mostrar um branco praticando violência racial do que uma preocupação com a reação de plateias afro-americanas. Ele conclui:

“De qualquer jeito que você examine, Scorsese, e os produtores Michael e Julia Phillips, e Columbia Pictures mudando o personagem do cafetão Sport de negro para branco foi um compromisso social.”

Leia também:  Como a Marvel tem aproveitado para resetar seu Universo Cinematográfico

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasTarantino critica decisão de tornar personagem branco em “Taxi Driver”
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades