Helena Bonham Carter sai em defesa de J.K. Rowling e Johnny Depp

Atriz ainda criticou colegas de elenco em "Harry Potter" e se posicionou contra o que chamou de "cultura do cancelamento"

Helena Bonham Carter deu uma entrevista polêmica ao jornal britânico Sunday Times. A atriz defendeu o ator Johnny Depp, que recentemente esteve em uma batalha judicial contra a ex-mulher, Amber Heard. Ela também demonstrou apoio a J.K. Rowling, autora dos livros da saga “Harry Potter”, acusada de transfobia, além de criticar a chamada “cultura do cancelamento”.

Sobre Depp, com quem trabalhou em filmes como “A Fantástica Fábrica de Chocolate” e “Alice no País das Maravilhas”, Carter afirmou que o ator está bem agora que o julgamento acabou. Depp é padrinho de alguns dos filhos da atriz com o cineasta Tim Burton e, segundo Carter, ele foi vítima do fato de que Heard tentou se aproveitar do movimento “#MeToo”, sobre as denúncias de abuso em Hollywood.

“Minha visão é de que ela subiu nesse pêndulo. Esse é o problema com essas coisas – que as pessoas vão pular no bonde porque é a moda e para ser a cara do movimento.”

- Advertisement -

J.K. Rowling e a cultura do cancelamento

Bonham Carter também apoiou Rowling, escritora acusada de defender e até financiar ações e instituições de caráter transfóbico. A atriz interpretou a comensal da morte Bellatrix Lestrange nos filmes de “Harry Potter” e, para ela, a autora tem o direito de ter a opinião que quiser, especialmente por ter sido abusada na infância.

“Eu acho que ela tem sido perseguida. Isso foi levado ao extremo, o julgamento das pessoas. Ela tem o direito de ter sua opinião, particularmente se ela sofreu abuso. Todo mundo carrega sua própria história de traumas e forma suas opiniões a partir desse trauma e você tem que respeitar de onde as pessoas vieram e suas dores. Vocês todos não precisam concordar sobre tudo – isso seria insano e chato. Ela não diz isso (transfobia) agressivamente, ela só diz algo sobre sua própria experiência.”

Leia também:  “Wind of Change”, cinebiografia do Scorpions, é anunciada

A entrevistada ainda criticou o trio principal de atores de “Harry Potter” – Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint –, que se posicionou contra Rowling. Para Carter, eles fazem isso para preservar seu público e seria tudo parte da chamada “cultura do cancelamento”, a qual ela critica duramente.

“Você bane um gênio por suas práticas sexuais? Haveria milhões de pessoas que, se você olhasse de perto o suficiente para suas vidas pessoais, você as desqualificaria. Você não pode banir as pessoas. Eu odeio a cultura do cancelamento. Se tornou algo histérico e há um tipo de caça às bruxas, uma falta de entendimento.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasHelena Bonham Carter sai em defesa de J.K. Rowling e Johnny Depp
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades