Por que o Stone Sour não deve voltar agora, segundo Corey Taylor

Vocalista do Slipknot revelou que vai gravar seu segundo disco solo nos primeiros meses de 2023

Corey Taylor atualizou o status do Stone Sour durante recente aparição no “Trunk Nation With Eddie Trunk”, do sistema de rádio pago SiriusXM (com transcrição do Blabbermouth). A banda já está parada há 5 anos, o que deu espaço para que o vocalista conciliasse sua carreira com o Slipknot e um trabalho solo.

Questionado pelo apresentador, o cantor deixou claro que a situação segue a mesma e não sabe se um dia o grupo voltará.

“Nada mudou. O trabalho solo é onde está meu coração hoje, para ser honesto.”

- Advertisement -

O frontman foi além em suas impressões e deixou claro que se vê atualmente com certa aversão ao formato de banda, mesmo estando em uma das mais bem-sucedidas em seu meio.

“Cansei de fazer as coisas em uma – por falta de um termo melhor – situação de banda. A razão pela qual eu continuo com o Slipknot é porque, para mim, foi meio que onde começou tudo. Quanto ao Stone Sour, ainda há muito drama e problemas entre os membros. Não é o tipo de trabalho que quero fazer. As músicas da banda que ainda penso em tocar são as que eu escrevi, de qualquer modo.

Então, eu prefiro sair com um grupo de caras que eu conheço desde sempre e me divertir tocando essas músicas, fazendo o público se divertir junto. A plateia vê um monte de caras lá em cima curtindo e é melhor do que tentar forçar algo do qual ninguém realmente quer fazer parte, vamos colocar dessa forma.”

Corey Taylor e a suspensão do Stone Sour

Corey Taylor ainda foi questionado se foi difícil simplesmente suspender as atividades do grupo, tendo em conta sua dedicação de tantos anos.

“Foi uma pílula amarga de engolir. Mas também cheguei a uma idade em que me recuso a perder tempo com pessoas com quem não gosto de estar, digamos assim. E isso diz mais do que eu realmente deveria estar dizendo.”

Próximo trabalho solo

Taylor ainda revelou que seu segundo trabalho solo de inéditas já está a caminho, com direito a período de estúdio agendado.

“Vamos gravar entre janeiro e fevereiro de 2023. Tenho umas 15 músicas, algumas antigas e outras que até toquei ao vivo. Assim que a turnê atual do Slipknot acabar, voltarei à estrada com uma excursão estilo ‘rock is back’. Não vai ser apenas bandas jovens, mas também algumas que não tiveram a atenção que mereciam no passado. Há muitos grandes artistas por aí.”

“CMFT” e Stone Sour

“CMFT”, primeiro disco do músico fora de seus habitats previamente conhecidos, saiu em outubro de 2020. O trabalho chegou ao top 20 em 9 paradas entre Europa e Oceania.

Leia também:  “Rumours”, novo filme de Cate Blanchett, teve nome inspirado no Fleetwood Mac

Formado em 1992, o Stone Sour lançou 6 álbuns de músicas inéditas até hoje, além de uma série de EPs e registros ao vivo. O mais recente, “Hydrograd”, foi disponibilizado em 2017. O disco alcançou o Top 20 em 12 charts, incluindo o 8º lugar nos Estados Unidos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPor que o Stone Sour não deve voltar agora, segundo Corey Taylor
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades