Maranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas nacionais e internacionais

Evento que acontece nos dias 12 e 13 de novembro, em São Luís, confirmou nomes como Mayhem, Doyle, I Am Morbid, Richie Ramone, Shaman e Edu Falaschi

A organização do Maranhão Open Air anunciou o cast com as atrações do evento, que acontece nos dias 12 e 13 de novembro. Ao todo, 24 shows acontecerão em 2 palcos instalados no Rio Poty Hotel, em São Luís. Em nota oficial, os promotores ressaltam que o local comporta 5 mil pessoas e oferece toda a segurança.

Confira abaixo.

- Advertisement -

Maranhão Open Air – line-up e horários

Sábado, dia 12 de novembro

Palco Quilombo

  • 12h – Cérebro de Galinha (Brasil)
  • 13h – Alchimist (Brasil)
  • 14h – Mutilator (Brasil)
  • 15h – Azul Limão (Brasil)
  • 16h – Desalmado (Brasil)
  • 18h – Vazio (Brasil)
  • 20h – Omen (Estados Unidos)
  • 22h30 – Satan (Inglaterra)

Palco Aldeia

  • 17h – Crypta (Brasil)
  • 19h – Edu Falaschi (Brasil)
  • 21h – Doyle (Estados Unidos)
  • 0h – Mayhem (Noruega)

Domingo, dia 13 de novembro

Palco Quilombo

  • 12h – Tanatron (Brasil)
  • 13h – Basttardz (Brasil)
  • 14h – D.F.C. (Brasil)
  • 15h – Gangrena Gasosa (Brasil)
  • 16h – Rebaelliun (Brasil)
  • 18h – Ambush (Suécia)
  • 20h – Troops Of Doom (Brasil)
  • 22h30 – Dorsal Atlântica (Brasil)

Palco Aldeia

  • 17h – Garotos Podres (Brasil)
  • 19h – Shaman (Brasil)
  • 21h – Richie Ramone (Estados Unidos)
  • 0h – I Am Morbid (Estados Unidos)

Na nota divulgada pelas redes sociais, a organização declara:

“Renascendo das cinzas e forjado sob as chamas do Metal Mundial! O Maranhão Open Air 2022 está confirmado e será realizado nos dias 12 e 13 de novembro, em São Luís, no Rio Poty Hotel.

Para a celebração de muitos e lamentação dos que torceram contra o reposicionamento da iniciativa, após dez anos da primeira edição, o M.O.A retorna com o objetivo de apresentar uma nova imagem do evento, totalmente reestruturada e produzida para ser realizada com a melhor qualidade possível para os amantes da música pesada. Com 24 bandas, entre nacionais e internacionais, devidamente contratadas e divididas em dois dias.

Nossa equipe estudou todos os pontos negativos da versão anterior e soluções foram apresentadas para o funcionamento categórico e eficaz do Maranhão Open Air 2022. Desta vez, a localização do evento foi uma das principais preocupações para facilitar o acesso do público, bandas, equipe técnica e demais prestadores de serviços e colaboradores, portanto, escolher o Rio Poty Hotel, espaço com capacidade para 5 mil pessoas e com toda a segurança para quem for ao festival, é a solução mais pé no chão e prática.

O festival vem sendo organizado desde fevereiro de 2022, por meio de várias ações que vão desde o mapeamento das bandas para compor o line-up até o cronograma de fechamento dos contratos de cada atração e empresas prestadoras de serviços. Em breve, disponibilizaremos vídeo chamadas e divulgações com cada uma delas.

Não podemos apagar o passado, mas ressignificar é possível! Nosso propósito é fazer valendo de verdade! Outras dúvidas e esclarecimentos que recolhemos ao longo do período de pré-produção do festival serão respondidas através do FAQ do MOA Festival, nas redes sociais e no site oficial do evento.

Vida longa ao Metal Nacional! Sejam bem-vindos ao Maranhão Open Air!!!”

https://www.instagram.com/p/ChOYnB2uksg/

Ligação com o Metal Open Air

Desde o anúncio, o Maranhão Open Air vem repercutindo por ser associado a um dos organizadores do Metal Open Air, festival que se tornou o maior escândalo da história do metal nacional.

Leia também:  Tom Morello faz 60 anos; veja outros fatos da música em 30 de maio

Programado para ocorrer nos dias 20, 21 e 22 de abril de 2012, o evento deveria ter 47 shows de artistas nacionais e internacionais. Apenas 14 se apresentaram, em uma estrutura longe do que havia sido prometido. A última data acabou sendo cancelada integralmente.

O público também sofreu com condições precárias, incluindo alojamentos em estábulos, falta de higiene, problemas com o transporte, escassas opções de alimentação e registros de assaltos nas imediações e dentro do local onde o evento aconteceria.

Reportagem do G1 Maranhão aponta que o público ainda não foi ressarcido dos prejuízos sofridos. Apesar de os organizadores terem sido condenados em 2018, as indenizações por danos morais seguem em suspenso. O valor destinado a cada pessoa que compareceu ao evento foi fixado em R$ 3.541,83. Ambas as partes envolvidas na realização do festival se pronunciaram. Clique aqui para mais detalhes.

Leia também:  O que Geezer Butler pensa sobre ideia de show final do Black Sabbath com Bill Ward

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMaranhão Open Air anuncia line-up com 24 bandas nacionais e internacionais
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades