As dicas de M. Shadows para artistas e bandas que estão começando

Vocalista do Avenged Sevenfold incentiva busca por diferenciais em vez de seguir normas pré-estabelecidas

Todo músico costuma ser questionado em entrevistas sobre que conselho daria a novos artistas e bandas. M. Shadows, vocalista do Avenged Sevenfold, não esperou ser questionado mais uma vez e foi ao Twitter oferecer suas contribuições.

Ele começou dizendo:

“Atenção a todos os aspirantes a artistas: nunca deixem sua arte se tornar uma mercadoria. Deixe a criação te levar aonde for e deixe as fichas caírem onde for para ser… sempre.”

- Advertisement -

O cantor ressaltou a importância de fazer aquilo que acredita, sem tentar se encaixar no que o público deseja.

“Aprenda onde estão os limites para que você possa ir além deles. Nada o afastará mais do que é importante do que tentar criar algo que agrade a todos. A análise nos mostra onde estivemos, não para onde estamos indo.”

Shadows também abordou a relação da música com tecnologias ‘web3’, como criptomoedas e blockchain.

“Recentemente, vi muitas pessoas se afastarem da web3 e foi por 2 razões…. Os preços caem em criptomoedas ou eles não querem uma reação da máfia. O que isso me diz é que eles nunca estiveram aqui pelo motivo certo.”

O frontman finalizou ressaltando que, no pós-Covid, bandas e artistas devem “liderar o caminho” e mostrar sua criatividade.

“Agora que tudo está se recuperando, eles vão colocar suas cabeças de fora novamente? Se você quer ser músico, pintor, compositor, romancista… tanto faz. Não se torne uma mercadoria. As pessoas querem ver a SUA criatividade… lidere o caminho.”

Leia também:  Black Sabbath lançou “Dehumanizer” há 32 anos; veja outros fatos da música em 22 de junho

M. Shadows e os NFTs

Mais tarde, no mesmo tópico, um usuário do Twitter perguntou ao cantor seus pensamentos sobre a mudança para os NFTs e se eles seriam mais benéficos para bandas e artistas independentes.

“Eu não acredito em apenas vender música como NFT. Para o consumidor, acredito que o streaming é rei. Os NFTs são ótimos para comunidade em toda a banda, emissão de ingressos, eventos digitais, autenticação e fracionamento de streaming, bem como distribuição de contabilidade e IP.

Gosto da ideia de os fãs comprarem um NFT que lhes dá uma participação (definida pela banda) em um determinado disco… em vez de assinar com uma grande gravadora e desistir de muito mais. Ou seja, os fãs compram NFTs e a banda cede 15% dos royalties futuros para eles… em vez de 80% para uma gravadora.”

O próximo álbum do Avenged Sevenfold

No momento, o Avenged Sevenfold segue trabalhando em seu próximo disco. O trabalho já está no processo de mixagem e o lançamento deve ocorrer entre o último trimestre do ano atual e o início de 2023.

Em fevereiro último, a banda esteve em Praga, República Tcheca, trabalhando com a orquestra local.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasAs dicas de M. Shadows para artistas e bandas que estão começando
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades