Ritchie Blackmore anuncia canal no YouTube demonstrando zero empolgação

“Não sei nada sobre o canal e espero continuar assim”, admite o músico, que na sequência começa a falar sobre chapéu que está usando

Que Ritchie Blackmore não é um poço de simpatia e felicidade, todos os fãs sabem. Sendo assim, não dá para imaginar que as coisas tenham mudado aos 77 anos de idade. O lendário guitarrista gravou um vídeo para apresentar seu canal no YouTube e não fez qualquer questão de esconder o desconforto com a situação.

Diz a mensagem, também publicada no Instagram:

“Bem-vindo ao meu canal oficial do YouTube, do qual não sei nada e espero que continue assim. É aqui que compartilharei destaques de performances e entrevistas ao longo dos anos – antigas… principalmente antigas; muito velho e antiquado – e novo material. Ainda não sei o que, porque não fizemos nada.”

A seguir, Ritchie resolve cobrar o dízimo e falar sobre seu chapéu.

“Certifique-se de se inscrever; envie muito dinheiro para não perder os lançamentos de vídeos, o que tenho certeza que será excitante. Você provavelmente está se perguntando sobre o meu chapéu. Este chapéu foi usado pelos médicos que trabalharam na peste, e eles foram…”

O vídeo é cortado neste momento. Resta aos fãs aguardar para acompanhar o que será postado.

Assista abaixo.

A versão integral pode ser conferida no YouTube.

Sobre Ritchie Blackmore

Nascido em Somerset, Inglaterra, Richard Hugh Blackmore começou sua carreira de músico profissional participando de sessões com o produtor Joe Meek, além de tocar ao vivo com o The Outlaws e Screaming Lord Sutch. Gravou com nomes como Glenda Collins, Heinz e Neil Christian.

Convidado pelo baterista Chris Curtis, se juntou ao Deep Purple em 1968. Acabou se tornando um dos grandes responsáveis pelo sucesso do grupo, criando momentos memoráveis da história do rock em seus riffs e solos. Saiu em 1975, retornando em 1984 e ficando até 1993.

Ainda na metade dos anos 1970, formou o Rainbow. A proposta inicial era fundir o hard rock com influências clássicas, adotando uma pegada mais comercial com o passar dos anos. Entre idas e vindas, o grupo retornou anos atrás e segue fazendo shows esporádicos.

Desde 1997, comanda o Blackmore’s Night ao lado da esposa, Candice Night. O projeto condensa música renascentista e folk rock.

Genial e genioso, coleciona desavenças e sopapos com colegas de banda, incluindo os vocalistas Ian Gillan e David Coverdale. Recluso, não costuma comparecer a eventos, como a cerimônia do Rock and Roll Hall of Fame 2016, quando foi introduzido com o Deep Purple.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
18
Share