Foto: Ross Halfin

Resistente a drogas, Ozzy Osbourne precisou de anestesia 4x mais forte para cirurgia

Era preciso muito mais do que uma simples dose de sedativo para derrubar o Madman em seus tempos de loucura

Aos 73 anos, Ozzy Osbourne garante que está longe das drogas. Mas o uso foi tão intenso durante boa parte da vida, que ele ainda tem histórias da época em que estava “doidão” na maior parte do tempo.

Em entrevista à rádio SiriusXM transcrita pelo The Mirror, o eterno vocalista do Black Sabbath contou ter precisado de doses extras de anestesia antes de uma cirurgia. Ao que tudo indica, ele não se refere ao procedimento na coluna ao qual precisou ser submetido recentemente.

De acordo com Ozzy, o médico anestesista seguiu conversando com ele antes da operação e estranhou que o Madman simplesmente não “apagava”. Mal sabia o profissional da saúde que era preciso muito mais do que uma simples dose de anestésico para derrubar o homem apelidado de Madman.

“Eu passei por uma cirurgia quando eu ainda estava tomando todas essas m*rdas. O cara colocando a anestesia disse: ‘há quanto tempo você trabalha com música?’. Eu disse que trabalhava há muitos anos e continuei falando. Daí ele falou: ‘por que você ainda não está dormindo?’”

Ozzy disse que precisou de quatro das doses normais de anestesia que os pacientes normalmente recebem, que seriam “duas seringas cheias”.

Recentemente, o cantor passou por outro procedimento cirúrgico para corrigir problemas que ele teve no pescoço, quando caiu de triciclo em 2004. Esperamos que, desta vez, o trabalho do anestesista tenha sido mais fácil.

Leve recaída

Durante a mesma entrevista, Ozzy Osbourne também contou sobre uma leve recaída que teve recentemente em relação às drogas. Ainda nos Estados Unidos, o vocalista gastou cerca de 600 libras (aproximadamente R$ 3,8 mil) em maconha, em uma loja. Porém, ele garante que não fumou nada do que havia comprado.

“Eu peguei e pensei: ‘por que diabos eu comprei isso?’ Quatro onças (pouco mais de 110 gramas)? Eu acabei de ter Covid, então não posso fumar de qualquer forma. Tive um desses pensamentos de que ‘seria bom’. Mas não fumei nada.”

Ozzy Osbourne na ativa

Apesar de tudo, Ozzy Osbourne segue incrivelmente na ativa. Ele se recupera da recente cirurgia e pretende seguir com sua turnê de despedida, a No More Tours 2, provavelmente em 2023.

Ele está se mudando de volta para o Reino Unido depois de anos morando nos Estados Unidos. A casa será adaptada às suas necessidades, já que ele é portador da doença de Parkinson.

Enquanto isso, Ozzy lançou o single “Patient Number 9”, faixa-título do álbum que sai em setembro.

Foram confirmadas participações de nomes como Jeff Beck, Tony Iommi, Eric Clapton, Zakk Wylde, Mike McCready (Pearl Jam), Josh Homme (Queens of the Stone Age), Robert Trujillo (Metallica) e o falecido Taylor Hawkins (Foo Fighters). Assim como no anterior, a banda fixa tem o guitarrista/produtor Andrew Watt, o baixista Duff McKagan (Guns N’ Roses) e o baterista Chad Smith (Red Hot Chili Peppers).

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
177
Share