A música do Kiss que Paul Stanley adoraria tocar ao vivo, mas não conseguiria

Vocalista e guitarrista da banda revelou desejo de executar “Nowhere to Run”, deixando claro que não conseguiria cantá-la nos dias de hoje

Toda banda com um grande catálogo musical tem suas ótimas canções que nunca são lembradas durante os shows. Não é diferente com o Kiss, que conta com verdadeiras pérolas escondidas em seus álbuns.

Durante passagem de som com fãs que compraram pacotes VIP para um show em Gotemburgo, na Suécia, os integrantes do Kiss foram perguntados sobre qual música em particular gostariam de performar ao vivo algum dia. Conforme transcrito por IgorMiranda.com.br, o vocalista e guitarrista Paul Stanley respondeu:

“Eu adoraria tocar – mas nós nunca vamos tocar – ‘Nowhere to Run’. Mas quem iria cantá-la? (Risos)”

Na sequência, o Starchild começou a executá-la na guitarra. Os demais músicos passaram a acompanhá-lo, mas na hora que a voz entraria, ele simplesmente recuou.

“Vamos deixar assim. Não vamos estragar suas lembranças de uma boa música.”

Kiss e “Nowhere to Run”

“Nowhere to Run” é uma das quatro faixas inéditas da coletânea “Killers”, lançada pelo Kiss em 1982. Em declaração ao livro “Por Trás da Máscara”, Paul Stanley, que a compôs, revelou a inspiração por trás da música:

“‘Nowhere to Run’ foi escrita sobre alguém que eu tinha conhecido (nota do editor: possivelmente a atriz Donna Dixon). Tivemos um relacionamento rápido, tórrido, depois ela rompeu comigo e voltou para alguém com quem se relacionava.

De alguma maneira, compor a música foi um tipo de catarse, porque nunca conseguiria dizer aquelas coisas para ela. Consegui colocar isso numa música que fosse só para mim. É como uma carta que você não tem a mínima intenção de enviar, mas na qual você diz o que é preciso ser dito e lhe tira um peso do peito.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
18
Share