Paul Di’Anno fará cirurgia nos joelhos em julho; há risco de amputação

Atualização foi divulgada pelo escritor Stjepan Juras, que acompanha o ex-vocalista do Iron Maiden em seu tratamento na Croácia

O escritor croata Stjepan Juras atualizou o status de saúde de Paul Di’Anno. Em postagem nas redes sociais, o fã e autor de livros sobre o Iron Maiden revelou que o cantor já tem data para se submeter às aguardadas cirurgias nos joelhos.

“Depois de uma longa e intensa recuperação de Paul Di’Anno na Croácia, e de uma série de tratamentos pelos quais passou, finalmente chegou o momento do grande anúncio. Você já sabia que Paul estava se preparando para três grandes operações, mas agora finalmente sabemos as datas. Ele será internado no hospital em 5 de julho de 2022 e todas as três cirurgias serão realizadas nele por dois dias consecutivos, após os quais a recuperação do hospital levará cerca de duas a três semanas.

A recuperação hospitalar e os cuidados intensivos são seguidos pela segunda parte da recuperação, que é a reabilitação e reaprendizagem da caminhada, que deve ser significativamente melhorado nos primeiros dias de outubro. Até o final de 2022, Paul deverá poder andar totalmente.”

Juras entrou em alguns detalhes específicos sobre o que espera Di’Anno.

“A primeira operação é a instalação do chamado guarda-chuva na veia cava. Ele a fará com uma equipe de cirurgiões vasculares especialistas. Isso impedirá a movimentação de um grande trombo (coágulo) no abdômen e potencial acidente vascular cerebral ou embolia.

As operações de retirada de cimento (espaçador entre os ossos) e instalação das chamadas próteses tumorais de osso e joelho sob medida serão realizadas por um especialista do ‘Centro de Excelência em Saúde’: o professor e doutor Robert Kolundžić, especialista em ortopedia, traumatologista específico do sistema locomotor. A operação será realizada na Clínica de Traumatologia do KBC Seestre milosrdnice ou (possivelmente) no KBC Dubrava.

Paul está muito motivado e não vê a hora da grande e mais importante mudança de sua vida acontecer. O médico que vai operá-lo é uma das autoridades não só na Croácia, mas também na Europa, quando falamos em cirurgia desse tipo. A cirurgia é a mais complicada e difícil de todas as ortopédicas.”

- Advertisement -

Porém, Stjepan reconhece que apesar de toda a positividade, a situação de Paul ainda representa algum risco.

“Embora Paul seja atendido por vários especialistas e as operações sejam executadas com perfeição, o maior ‘adversário’ em tudo é seu próprio corpo. A circulação em sua perna não está em um nível invejável. Mesmo com todos os esforços que foram feitos até agora, não dava para ser muito melhor. Mas eles vão se esforçar. Este é o maior perigo que ameaça Paul e ele está ciente disso. Uma coisa quase idêntica aconteceu com ele antes, quando seu corpo rejeitou a endoprótese, mas neste caso é muito pior.

Se a má circulação suspender a cicatrização da cirurgia e ocorrer rejeição óssea, este será o fim do tratamento rotulado de Plano A. O plano B seria então uma amputação da perna, mas isso não significa que Paul não andaria. Além disso, a recuperação seria mais curta e o movimento de Paul melhor e mais confiável. A única diferença é que ele não teria sua própria perna.

Paul está ciente de todas as consequências e pronto para qualquer coisa. Ele nos disse que havia pensado nessa opção sete anos antes, mas devido a uma dupla infecção bacteriana, era impossível realizar naquele momento.Mas todos esperamos que após a barocâmara e drenagem linfática adicional na Policlínica de Ribnjak, a circulação seja melhor, fazendo com que a perna dure, se cure e que ele caminhe ainda este ano. Paul tem dias importantes de preparativos psicológicos para a operação pela frente e agora ele precisa da compreensão de todos os fãs e apenas paz.”

Paul Di’Anno: reencontro e retorno

Recentemente, Paul Di’Anno acompanhou a abertura da nova turnê do Iron Maiden, realizada em Zagreb. Na ocasião, o cantor se reencontrou com Steve Harris após muitos anos afastados.

Leia também:  Hall & Oates não irá voltar, segundo John Oates

Um dia antes, realizou seu primeiro show solo em 7 anos. A apresentação foi registrada pelo cineasta Wes Orshoski para inclusão em um futuro documentário.

Além de ter gravado os dois primeiros discos da Donzela de Ferro, Paul teve as bandas Di’Anno, Killers e Battlezone. Também se envolveu em projetos com o Praying Mantis e Architects of Chaoz. Nas últimas décadas se apresentou com dezenas de grupos executando repertório de sua fase mais gloriosa.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasPaul Di’Anno fará cirurgia nos joelhos em julho; há risco de amputação
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades