Grammy In Memoriam faz homenagem a Taylor Hawkins, Charlie Watts, Marília Mendonça e mais

Seção que relembra artistas falecidos durante premiação musical dedicou introdução especial ao baterista do Foo Fighters

A seção In Memoriam da 64ª edição do Grammy Awards, premiação realizada neste domingo (3) em Las Vegas, Estados Unidos, relembrou músicos falecidos recentemente, como os bateristas Taylor Hawkins e Charlie Watts e a cantora brasileira Marília Mendonça.

A Recording Academy, responsável pela organização do evento, convidou os cantores Ben Platt, Cynthia Erivo, Rachel Zegler e Leslie Odom Jr. para uma performance das músicas “Not a Day Goes By”, “Send in the Clowns” e “Somewhere”.

Durante a interpretação, os nomes de artistas falecidos no último ano foram apresentados. Entre eles, estavam:

  • Gary Brooker (Procol Harum)
  • Jim Steinman
  • Marília Mendonça
  • Rusty Young (Poco)
  • Betty Davis
  • Charlie Watts (Rolling Stones)
  • Meat Loaf
  • Don Everly (The Everly Brothers)
  • Ronnie Spector (The Ronettes)
  • Mark Lanegan (Screaming Trees, Queens of the Stone Age)
  • Dusty Hill (ZZ Top)
  • DMX
  • Michael Nesmith (The Monkees)

Antes, porém, foi feita uma homenagem separada para Taylor Hawkins, que faleceu no último dia 25, aos 50 anos. Foram tocados trechos de “My Hero”, música do Foo Fighters cuja bateria na verdade foi gravada por Dave Grohl, enquanto imagens antigas e atuais do saudoso músico foram exibidas no telão.

Confira um trecho a seguir.

Veja também alguns registros isolados das homenagens.

Outros tributos a Taylor Hawkins rolaram durante o evento. O mais notório teve Billie Eilish como responsável: a cantora fez uma performance musical com uma camiseta cuja estampa retratava o baterista do Foo Fighters.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
10
Share