Fotos: divulgação

O melhor álbum da carreira do AC/DC na opinião de Slash

“Adoro ‘Back in Black’, é grandioso do início ao fim, histórico. Mas, em termos musicais, ainda fico com ‘Powerage’”, reflete o guitarrista do Guns N’ Roses

O guitarrista Slash citou seu álbum favorito do AC/DC durante entrevista à rádio 95.5 KLOS. Como era esperado, o escolhido foi um da era Bon Scott: “Powerage” (1978).

Conforme transcrito pelo Rock Celebrities, o músico do Guns N’ Roses declarou:

“‘Powerage’, sem sombra de dúvidas, é o disco do AC/DC que mais gosto. É um trabalho seminal, com uma crueza que fala por si só. Adoro ‘Back in Black’, é grandioso do início ao fim, histórico. Mas, em termos musicais, ainda fico com ‘Powerage’.”

Curiosamente, outros astros da guitarra também têm o mesmo disco como seu preferido dos australianos. Um deles é Eddie Van Halen, como revelado em entrevista ao Spinner (via BraveWords) em 2009.

“‘Powerage’ é meu disco favorito do AC/DC. Ele conta com minha música preferida deles, ‘Down Payment Blues’. Quando excursionamos juntos, em 1984, enchi o saco de Angus para ver se a tocavam.”

Também é o caso de Joe Perry (Aerosmith) que chegou a escrever um artigo para a revista Classic Rock só para explicar sua paixão pelo disco.

“As pessoas conhecem mais ‘Highway to Hell‘ e ‘Back in Black‘ porque são os álbuns com as grandes músicas de rádio, mas há tantas canções ótimas no ‘Powerage’. Pessoas que realmente gostam de AC/DC entendem que é um clássico. A cada novo lançamento eles refinavam seu som básico, não tentavam inventar nada novo e, quando chegaram ao ‘Powerage’, as músicas estavam ficando cada vez melhores. […] Essas podem não ser as músicas do AC/DC que você ouve no rádio ou nas jukeboxes em bares, mas ninguém faz rock ‘n’ roll melhor do que isso.”

AC/DC e “Powerage”

Lançado em 5 de maio de 1978, “Powerage” foi o quarto trabalho (quinto na discografia australiana) do grupo. Marcou a estreia do baixista Cliff Williams, até hoje com a banda. Ganhou disco de platina nos Estados Unidos, ultrapassando um milhão de cópias vendidas.

Também foi o primeiro a ser lançado em todos os mercados contando com a mesma arte de capa. A música “Rock ‘n’ Roll Damnation” foi a única lançada como single.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados
Total
3
Share