Graham Nash critica Robert F. Kennedy Jr. por usar sua música em comícios antivacina

“Chicago” foi reproduzida em vídeo que divulgava evento de protesto; “acredito na ciência e nos fatos”, diz cantor em comunicado

Em carta aberta publicada nas redes sociais, Graham Nash condenou o ativista antivacina Robert F. Kennedy Jr. por usar sua canção “Chicago” em um vídeo promovendo um evento de protesto.

Um clipe no site Children’s Health Defense apresenta uma música supostamente intitulada “Heart of Freedom”, que credita Kennedy Jr. como letrista. Mas o refrão da composição de Nash, incluindo o verso “we can change the world (nós podemos mudar o mundo)”, pode ser ouvido claramente ao fundo.

- Advertisement -

Kennedy usou o artifício visando chamar a atenção para uma marcha em Washington, nos Estados Unidos., pedindo que as pessoas “se unam para protestar contra todos os mandatos do governo”.

https://twitter.com/RobertKennedyJr/status/1484314910246916098

Diz a nota de Graham:

“O uso da minha música ‘Chicago’ por Robert F. Kennedy Jr. não está autorizado e estou tomando medidas para interromper a veiculação. Não apoio sua posição antivacinação. A eficácia das vacinas contra a Covid-19 está bem documentada. Quando escrevi ‘we can change the world’ no refrão, não esperava que uma instituição como esta, que afirma lutar pelas liberdades dos indivíduos, pudesse infringir tão prontamente e de forma imprudente os direitos de propriedade intelectual de um compositor e sua obra. Eu acredito na ciência e nos fatos. Não apoio esse desrespeito flagrante por nenhum dos dois, nem pelos meus direitos como músico.”

Leia também:  O que é preciso para o System of a Down gravar um novo álbum, segundo Serj Tankian

O empresário de Graham Nash confirmou à Rolling Stone que um pedido formal para que a música não seja mais usada está sendo feito.

Graham Nash e “Chicago”

“Chicago”, muitas vezes conhecida pelo título “We Can Change the World”, foi o primeiro single solo de Nash. Ela apareceu em seu primeiro álbum solo, “Songs for Beginners”, de 1971.

A composição foi inspirada nos protestos de 1968 contra a Guerra do Vietnã. O evento levou ao julgamento de seus organizadores, mais tarde conhecidos como Os Oito de Chicago / Os Sete de Chicago. Eles foram acusados de conspiração e intenção de tumulto, entre outros crimes. Todas as condenações foram revertidas em recurso.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasGraham Nash critica Robert F. Kennedy Jr. por usar sua música em...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades