Sem vômito? A curiosa razão que fez Geezer Butler adorar “Black Album” do Metallica

Ainda em 1992, baixista do Black Sabbath descreveu trabalho como um dos melhores que já ouviu: “não é radical demais a ponto de parecer que o vocalista está vomitando”

Em entrevista de 1992 à revista Guitar for the Practicing Musician, resgatada pelo livro “Heavy Metal: A História Completa”, de Ian Christie, Geezer Butler falou sobre o álbum homônimo do Metallica. À época em alta nas paradas, o trabalho também é conhecido como “Black Album”.

Apesar de alguns fãs mais radicais dos americanos terem torcido o nariz, o baixista encontra até mesmo semelhanças com sua banda, o Black Sabbath, na sonoridade adotada pelo quarteto.

“É um dos melhores discos que já ouvi, um clássico. Esse é o tipo de música que realmente gosto de escutar – algo pesado, mas com melodia ao mesmo tempo. Ainda tem a mesma pegada do Black Sabbath.”

- Advertisement -
Leia também:  A maior lição que Jon Bon Jovi aprendeu com os Rolling Stones

Geezer ainda fez um elogio peculiar aos vocais de James Hetfield.

“Não é radical demais a ponto de parecer que o vocalista está vomitando. Eu gosto de ouvir canções de verdade, bons riffs, boas linhas vocais e boas letras. Sou das antigas, na verdade, mas isso ainda funciona.”

Metallica e seu “Black Album”

Lançado em 12 de agosto de 1991, “Metallica” é o quinto trabalho de estúdio da carreira do grupo. O “Black Album” mostrava a banda explorando novas sonoridades, dando início à parceria com o produtor Bob Rock.

Pela primeira vez os músicos usaram três tipos de afinações diferentes: a tradicional em mi, mi bemol e ré. A atmosfera mais dark e reflexiva das músicas não era apenas uma mudança de abordagem superficial. Além do amadurecimento natural que a idade traz, três dos quatro integrantes passaram por divórcios no período – James Hetfield era a exceção.

Leia também:  Por que baixista é a melhor função de uma banda, segundo Steve Di Giorgio

Vendeu, até hoje, mais de 32 milhões de cópias em todo o mundo, sendo o disco mais comercializado das últimas três décadas em qualquer gênero musical.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesSem vômito? A curiosa razão que fez Geezer Butler adorar “Black Album”...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades