Gus G lança o álbum “Quantum Leap”, primeiro totalmente instrumental da carreira

Músico gravou novo trabalho em meio à pandemia como válvula de escape

O guitarrista Gus G lançou nas plataformas digitais seu quarto álbum solo. Intitulado “Quantum Leap”, o disco chega a público por meio da gravadora AFM Records.

Para muitos, Kostantinos Karamitroudis, de nome artístico Gus G, passou a ser conhecido pelo período em que integrou a banda de Ozzy Osbourne. Com o Madman, ele gravou o álbum “Scream” (2010) e fez a turnê de divulgação subsequente.

Porém, o músico grego possui uma folha corrida extensa, tendo participado de grupos como Dream Evil, Mystic Prophecy e Nightrage, além do Firewind, que mantém há mais de vinte anos na ativa. Também tocou ao vivo e participou de discos do Arch Enemy, Kamelot, Dew-Scented e Rotting Christ, entre outros.

“Quantum Leap” é um trabalho diferente na carreira de Gus: retrata a primeira vez que o guitarrista grava um álbum completamente instrumental. Em comunicado, o músico declarou:

“Várias pessoas já haviam me pedido para fazer algo neste formato, mas nunca quis. Porém, veio a pandemia e o confinamento. A música era meu único escape. Não podia interagir com outras pessoas, fazer uma pré-produção no formato de banda. Sendo assim, concentrei a inspiração em coisas que podia fazer apenas com a guitarra.”

Ouça “Quantum Leap” abaixo, via Spotify, ou clique para conferir em outras plataformas. Mais informações sobre o álbum estão disponíveis na sequência.

Músicos e objetivo

Além de Gus G obviamente nas guitarras, “Quantum Leap” traz Dennis Ward na produção geral e no baixo em parte das faixas – como feito no disco anterior, “Fearless” (2018), onde também cantou. A bateria ficou a cargo de Jan-Vincent Velazco, conhcido por seu trabalho como Menace – além do Ghost, onde por motivos óbvios, passa incólume.

“Force Majeure”, última música do tracklist convencional, ainda conta com participação de Vinnie Moore, guitarrista do UFO que possui renomada carreira solo no formato virtuosístico.

Em entrevista à Guitar World, Gus G deixou claro que não tinha como objetivo entregar um álbum que fosse mera demonstração técnica.

“Era importante encontrar um equilíbrio com melodias e passagens com ganchos, evitando que ficasse algo chato de se escutar. Não quero só ficar mostrando minhas habilidades, sou um compositor. Ao mesmo tempo, busquei arranjos diferentes do habitual.”

A princípio, não haverá turnê de divulgação, visto que o Firewind deve voltar à estrada ano que vem para promover o play homônimo, disponibilizado ano passado.

O álbum está em minha playlist de lançamentos, atualizada semanalmente. Siga e dê o play:

Gus G – “Quantum Leap”

  1. Into The Unknown
  2. Exosphere
  3. Quantum Leap
  4. Chronesthesia
  5. Enigma Of Life
  6. Judgement Day
  7. Fierce
  8. Demon Stomp
  9. Night Driver
  10. Not Forgotten
  11. Force Majeure (feat. Vinnie Moore)
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados
Total
1
Share