Chris Cornell consumia remédio prescrito; família está indecisa sobre suicídio

A família de Chris Cornell, falecido na noite da última quarta-feira (17), divulgou uma nota à imprensa. No texto, os familiares refutam a possibilidade de que Chris se matou intencionalmente.

Segundo a família de Cornell, não dá para se ter certeza do que aconteceu sem exames toxicológicos completos. O músico, conforme apontado, fazia uso de um remédio prescrito para ansiedade, chamado Ativan, que tinha vários efeitos colaterais.

- Advertisement -

A viúva Vicky Cornell diz que conversou com Chris após o show de Detroit e ele afirmou que havia tomado “um ou dois Ativan a mais” e estava conversando de forma enrolada.

Até então, conforme divulgado por uma autópsia inicial, trata-se que Chris Cornell se matou por enforcamento. A situação pode não denotar, necessariamente, suicídio – neste caso, depende da intenção em se matar.

Leia também:  Lzzy Hale afirma estar disposta a permanecer no Skid Row

Veja também: Chris Cornell e a sensação de que poderia ter oferecido ainda mais

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasChris Cornell consumia remédio prescrito; família está indecisa sobre suicídio
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades