Listas

10 videoclipes que já foram banidos da televisão



Dos dias de glória da MTV ao atual império do YouTube, os videoclipes sempre encontraram algumas restrições. Assuntos polêmicos como sexo e guerra enfrentaram resistência ao longo dos anos.
Os 10 vídeos abaixo mostram clipes que foram banidos da televisão – antes mesmo da popularização da internet -, com ano e justificativa. Alguns dos clipes não estão publicados na versão originalmente removida.
Van Halen – “Pretty Woman”: banido da MTV em 1982 por mostrar uma atriz detida e com partes do corpo sendo tocadas no momento da prisão.
Queen – “Body Language”: banido da MTV em 1982 por mostrar mulheres em trajes curtos (não há nudez, no entanto), filmagens focadas em partes do corpo, cenas homoeróticas e uma cena em que o vocalista Freddie Mercury aparece gemendo.
Foo Fighters – “Low”: banido da MTV em 2003 por ter cenas com brinquedos sexuais.
The Kinks – “Dead End Street”: banido da BBC em 1966 por ter uma cena em que os músicos carregam um caixão – apesar do “corpo”, vivo, ter pulado para fora. Provavelmente o primeiro videoclipe restringido pela TV.
Mötley Crüe – “Girls Girls Girls”: banido da MTV em 1987 (versão original) por nudez.
Duran Duran – “Girls On Film”: banido da MTV em 1981 por mostrar uma luta na lama.
Billy Idol – “Cradle Of Love”: banido da MTV em 1990 por mostrar cenas do filme “The Adventures of Ford Fairlane”, que continha o ator Andrew Dice Clay, eternamente banido da emissora após aparição considerada ofensiva no MTV Video Music Awards de 1989.
Eminem – “Just Lose It”: banido da MTV em 2004 por retratar Michael Jackson sem nariz em uma cama repleta de crianças.
Sepultura – “Arise”: banido da MTV em 1991 por mostrar uma imagem de Jesus Cristo crucificado no deserto.
Soundgarden – “Jesus Christ Pose”: banido da MTV em 1991 por mostrar várias cruzes, em posições convencional e inversa.


Igor Miranda
Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Escreve sobre música desde 2007. Atualmente, é redator do Whiplash.Net, o maior site sobre rock e heavy metal do Brasil. Também é editor-chefe da revista e site Guitarload, para guitarristas, e redator do site Revista Cifras, a página editorial do portal Cifras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *