Angus Young só entrou no AC/DC porque Malcolm desistiu de tecladista

Saudoso guitarrista ainda contou que tinha gostos musicais diferentes do irmão, o que quase impediu a parceria

O leitor provavelmente não consegue imaginar o AC/DC com um tecladista. A formação com vocal, duas guitarras, baixo e bateria consagrou o grupo e é imutável há meio século – embora as pessoas que se encarregam de cada função tenham sido trocadas pelas circunstâncias da vida e profissão.

Porém, Malcolm Young chegou a experimentar a possibilidade de a banda australiana contar com um tecladista. Em uma entrevista de 2003, resgatada pelo The Coda Collection 18 anos depois – quatro após a partida do artista –, a ideia foi explicada pelo próprio.

- Advertisement -

Disse o saudoso líder do conjunto, conforme resgate da Guitar World:

“Quando estava montando a banda, a ideia original era que nós teríamos uma tecladista. Ao invés disso, acabei chamando Angus.”

Curiosamente, a união entre os irmãos quase não ocorreu, por conta de preferências diferentes quando o assunto era rock.

“Eu gostava mais dos Beatles e dos Rolling Stones, enquanto Angus apreciava coisas mais pesadas e voltadas aos solos, como Jimi Hendrix e Cream. No meu caso, costumava ouvir músicas como um todo, não apenas a guitarra. Eu tendia a pegar os acordes, a imagem toda em torno. Nós íamos tocar rock ‘n’ roll, era simples assim. Quando Angus entrou, foi um grande encaixe.”

A relação entre Angus e Malcolm Young

Leia também:  A opinião de Serj Tankian sobre boicotes a Israel e guerra contra Hamas

Relações entre irmãos em bandas não costumam ser as mais harmoniosas. Em vários casos, elas acabam até mesmo implodindo o trabalho em conjunto. Malcolm reconhece que havia tensão. Ao mesmo tempo, acaba sendo mais fácil fazer as pazes.

“Irmãos brigam, mas há uma proximidade também. Dentro da banda, um pouco de agressividade mostra sua cara feia. Mas certamente não é um problema para o AC/DC.”

Ainda assim, a experiência tem seus perigos no estúdio.

“Durante a produção dos álbuns é o pior, porque todos estão um pouco sob pressão. Você está em uma área confinada e as coisas acontecem.”

AC/DC em turnê

Antes mesmo de Malcolm falecer, ele se retirou de cena por conta do avanço da demência que o consumiu nos últimos anos. Seu sobrinho, Stevie, assumiu a função em 2014, permanecendo até os dias atuais.

No momento da publicação desta matéria, o AC/DC está em turnê pela Europa, promovendo o álbum “Power Up” (2020). Além dos Young, a formação conta com o vocalista Brian Johnson, o baixista Chris Chaney e o baterista Matt Laug – os dois últimos estreando na excursão atual.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesAngus Young só entrou no AC/DC porque Malcolm desistiu de tecladista
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades