Estúdio de “Top Gun: Maverick” é inocentado em processo por plágio

Paramount foi acionada pelos filhos do jornalista Ehud Yonay, responsável pelo artigo que serviu de inspiração para longa original da franquia

O estúdio Paramount, responsável por Top Gun: Maverick (2022) e também pelo filme original da franquia, de 1986, foi inocentado pela Justiça dos Estados Unidos em um processo de plágio. A ação foi movida pela família do jornalista Ehud Yonay, autor do artigo que inspirou a criação do primeiro longa.

Em 2020, os familiares de Yonay – falecido em 2012 – conseguiram novamente os direitos da história original. Já a produção de “Top Gun: Maverick” começou em maio de 2018, período durante o qual a Paramount ainda poderia explorar o artigo.

- Advertisement -

No entanto, como o longa foi concluído apenas em maio de 2021, Shosh e Yuval Yonay, filhos de Ehud, alegaram que o estúdio deveria ter pago uma nova quantia para manter os direitos do artigo. Ainda de acordo com os irmãos, a sequência, diferente do original, não deu o devido crédito ao pai

A decisão foi divulgada na última sexta-feira (5) e segundo a Rolling Stone, Percy Anderson, o juiz do caso, alegou em sua decisão que não existem grandes semelhanças entre o artigo original escrito por Ehud Yonay e “Top Gun: Maverick”. Para ele, o enredo e ritmo dos trabalhos são “muito diferentes” – incluindo até diálogos, personagens e ambientação.

O magistrado também argumentou que tanto o artigo quanto o filme abordam um tema desprotegido pela lei e não poderia haver uma reivindicação de direitos autorais sobre os personagens. Segundo o juiz, as figuras presentes no artigo de Ehud Yonay são “pessoas reais que não estão protegidas pela lei de direitos autorais”.

Leia também:  Pete Townshend faz 79 anos; veja outros fatos da música em 19 de maio

Por fim, Anderson afirmou que os dois trabalhos dividem apenas uma única frase em comum: “fight on” (que podemos traduzir apenas como “lutar”). Para Anderson, a prova “não tem direito à proteção de direitos autorais”.

Marc Toberoff, advogado da família de Ehud Yonay, afirmou que deve recorrer da decisão e não deixou de dar uma pequena cutucada na Paramount.

“Depois que a viúva e os filhos de Yonay exerceram o direito que o Congresso lhes deu pela Lei de Direitos Autorais para reaver a cativante história do autor, a Paramount os dispensou e disse: ‘que direitos autorais’? Isso não é algo bom para eles.”

Sobre “Top Gun: Maverick”

A produção de “Top Gun: Maverick” foi adiada duas vezes: em 2019 por conta da complexidade das cenas com aviões e no ano seguinte devido à pandemia. Estreou apenas em maio de 2022 para fazer enorme sucesso, com bilheteria de quase US$ 1,5 bilhão. Foi indicado a seis prêmios Oscar, recebendo um deles, de Melhor Som.

Leia também:  Guitarrista Steve Lynch recupera o nome Autograph

O elenco conta com nomes como Tom Cruise, Miles Teller, Jennifer Connelly, John Hamm e Glen Powell. A direção é de Joseph Kosinski, com roteiro escrito por Ehren Kruger, Eric Warren Singer e Christopher McQuarrie. A sinopse oficial detalha a história da seguinte forma:

“Depois de mais de trinta anos de serviço como um dos principais aviadores da Marinha, Pete ‘Maverick’ Mitchell (Tom Cruise) está onde pertence: é um corajoso piloto de testes e continua evitando o seu avanço na patente, que o colocaria fora das aeronaves. Quando ele precisa treinar um destacamento de graduados TOP GUN para uma missão especializada da qual nenhum piloto vivo jamais participou, Maverick conhece o tenente Bradley Bradshaw (Miles Teller), conhecido como ‘Rooster’, filho do falecido amigo de Maverick e Oficial de Interceptação de Radar, tenente Nick Bradshaw, também conhecido como ‘Goose’.

Enfrentando um futuro incerto e confrontando os fantasmas de seu passado, Maverick é arrastado a uma luta com seus medos mais profundos, culminando em uma missão que exige um sacrifício final daqueles que serão escolhidos para voar.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasEstúdio de “Top Gun: Maverick” é inocentado em processo por plágio
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades