A reação de Patti Smith após ser citada em álbum de Taylor Swift

Cantora é mencionada na faixa-título de “The Tortured Poets Department”, novo trabalho da popstar

Patti Smith respondeu à menção de Taylor Swift a ela em seu novo álbum, “The Tortured Poets Department”. A estrela pop citou o nome da icônica artista punk na faixa-título de seu 11º trabalho de estúdio, que foi lançado na última sexta-feira (19).

No refrão, Swift canta: “I laughed in your face and said, ‘You’re not Dylan Thomas, I’m not Patti Smith’ / This ain’t the Chelsea Hotel, we’rе modern idiots”.

- Advertisement -

A tradução fica: “Eu ri na sua cara e disse: ‘Você não é Dylan Thomas, eu não sou Patti Smith’ / Este não é o Chelsea Hotel, somos idiotas modernos”.

Smith retribuiu a homenagem em seu Instagram na noite do lançamento. Ela postou uma foto lendo a coleção de contos de Thomas, “Portrait of the Artist as a Young Dog”, publicada pela primeira vez em 1940. Na legenda, escreveu:

Leia também:  Música em festival é “catchup em praça de alimentação”, diz Guilherme Arantes

“Isso demonstra o quanto fiquei emocionada ao ser mencionada na companhia do grande poeta galês Dylan Thomas. Obrigada, Taylor.”

Patti Smith e Taylor Swift

Não é a primeira vez que Patti se pronuncia sobre Taylor. Em entrevista de 2019 ao New York Times, resgatada pelo Ultimate Classic Rock, ela declarou, em defesa das declarações de Swift contra as políticas discriminatórias da administração Donald Trump à comunidade LGBTQ+:

“Ela é uma estrela pop que está sob um escrutínio tremendo o tempo todo, não podemos imaginar como é isso. É inacreditável não poder ir a lugar nenhum, fazer nada, ter o cabelo bagunçado. E tenho certeza que ela está tentando fazer algo bom. Ela não está tentando fazer algo ruim. E se isso influencia alguns de seus fãs ávidos a abrir seus pensamentos, o que isso importa? Vamos começar a medir quem é mais autêntico do que quem?”

“The Tortured Poets Department”

A resenha completa de “The Tortured Poets Department” feita pela nossa equipe pode ser conferida clicando aqui. Nela, a colaboradora Tairine Martins destaca:

“‘The Tortured Poets Department’ dá um passo coerente na evolução da discografia de Taylor Swift. A escolha de seguir colaborando com Jack Antonoff, produtor dos últimos lançamentos inéditos, fez com que o novo trabalho soasse como um encontro — ou mistura — entre ‘Folklore’ (2020), ‘Evermore’ (2020) e ‘Midnights’ (2022). Isso se reflete, porém, em uma experiência auditiva de pouco frescor.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA reação de Patti Smith após ser citada em álbum de Taylor...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades