A referência a “Ten” feita pelo Pearl Jam em novo álbum

Segundo produtor Andrew Watt, introdução que contém a alusão foi sugerida Eddie Vedder e contou com colaboração de todos os integrantes

O Pearl Jam lançará o seu décimo segundo álbum de estúdio, “Dark Matter”, nesta sexta-feira (19). Nas palavras do guitarrista Mike McCready, o trabalho de onze faixas “tem a melodia e a energia dos primeiros discos”. Há, inclusive, uma referência direta ao projeto de estreia “Ten” (1991). 

Recentemente, a revista Spin conversou com Andrew Watt, produtor responsável pelo novo material e também colaborador de Elton John, Rolling Stones, Ozzy Osbourne, entre outros. Durante o bate-papo, o entrevistador Jonathan Cohen mencionou a presença de uma introdução instrumental semelhante à de “Master/Slave” (faixa escondida de “Ten”) em “Dark Matter”. 

- Advertisement -

Segundo o produtor em resposta, a ideia foi sugerida pelo vocalista Eddie Vedder, mas contou com a participação de todos os integrantes. Depois da criação, o próprio ficou refletindo a respeito das similaridades com a antiga música e, agora, acredita que ambas são, de certa forma, “primas”. 

Ele declarou:

“Foi a ideia de Ed de ter uma introdução. Ele meio que trouxe a ideia e então Jeff [Ament, baixista] ajudou nisso também. Foi muito colaborativo. Estavam todos muito focados, deram muito de si. Eles já começaram álbuns assim antes [cantarolando o riff de abertura da primeira faixa, ‘Scared of Fear’], tipo, de maneira forte. Claro, que, depois que criamos a música, fiquei pensando [nas semelhanças] com ‘Master/Slave’ e agora estamos falando sobre isso e, à medida que conversamos, acho que as duas músicas chegam a ser primas.”

A importância de Matt Cameron

Em seguida, o profissional refletiu sobre a importância de Matt Cameron nas baquetas para a sonoridade alcançada. Apesar de ter entrado oficialmente para o Pearl Jam em 1998, o músico, antes focado no Soundgarden, contribuiu com demos que originaram o “Ten” – cuja bateria foi gravada por Dave Krusen.

Leia também:  Lemonheads anuncia mais dois shows no Brasil para julho

Por isso, Andrew destacou:

“Eu tive uma conversa com um amigo meu que estava pensando, ‘como soa Matt Cameron no Pearl Jam? Soa como no Temple of the Dog, certo?’. Na verdade soa como a bateria do Soundgarden acompanhada dos riffs de Stone [Gossard, guitarrista]. Também é preciso lembrar que Matt Cameron tocou nas demos do álbum ‘Ten’. Quando Eddie Vedder começou a procurar e ouviu os instrumentais originais da fita cassete, ele ouviu a bateria de Matt Cameron, não a de Dave Krusen.”

Pearl Jam e “Ten”

Lançado em 25 de agosto de 1991, “Ten” foi registrado com orçamento na casa dos US$ 25 mil, valor considerado baixo para os padrões fonográficos da época. Mesmo assim, os músicos conseguiram convencer a gravadora a realizar a mixagem na Inglaterra.

Leia também:  Tom Morello faz 60 anos; veja outros fatos da música em 30 de maio

Quatro faixas foram lançadas como single: “Alive”, “Even Flow”, “Jeremy” e “Oceans”. A gravadora tentou promover “Black” no formato, mas a banda recusou alegando se tratar de uma canção de conteúdo muito pessoal para ser usada como peça promocional.

Foi o único a contar com o baterista Dave Krusen. Chegou ao segundo lugar na parada norte-americana, vendendo mais de 15 milhões de cópias em todo o mundo. Ganhou disco de ouro no Brasil.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA referência a “Ten” feita pelo Pearl Jam em novo álbum
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades