Como David Gilmour e Syd Barrett se influenciaram antes do Pink Floyd

Amizade da dupla veio antes mesmo da colaboração musical, que acabou tendo breve duração

David Gilmour e Syd Barrett constituíram amizade em 1962, quando estudavam no Colégio de Artes e Tecnologia de Cambridge. Costumavam aproveitar os intervalos das aulas para tocar juntos. Em agosto de 1965, embarcaram em uma viagem pela França e Espanha, tocando músicas dos Beatles nas ruas e morando em barracas nos arredores de Paris.

Menos de dois anos se passaram, Syd ajudou a formar o Pink Floyd e mergulhou de cabeça nas experiências químicas. David chegou a presenciar a gravação do single “See Emily Play” em maio de 1967. Para sua surpresa e susto, o amigo de pouco tempo antes mal o reconheceu, evidenciando que algo já estava muito errado em sua cabeça.

- Advertisement -

Foi só posteriormente que o músico acabaria entrando na banda que ajudaria a transformar em uma das maiores da história. Em entrevista de 1993, resgatada pelo fansite Pink Floyd and Company, Gilmour contou como a relação o influenciou artisticamente.

Leia também:  Quando Don Dokken salvou o Scorpions após Klaus Meine perder a voz

“Éramos amigos primeiro, depois pegamos guitarras. Eu tocava profissionalmente em grupos antes de Syd. Então, tecnicamente falando, eu era um pouco melhor que Syd quando estávamos na faculdade. Ficamos sentados aprendendo músicas dos Beatles, músicas dos Rolling Stones, R&B, blues… Lembro de ter passado algum tempo trabalhando em ‘Come On’, o primeiro lado B dos Stones ou o que quer que fosse, trabalhando em tudo isso, tocando gaitas e coisas do tipo.”

O cenário envolvia um compartilhamento de vivências que funcionava de forma elucidante para ambos. David comentou:

“Ele sabia alguma coisa, eu sabia alguma coisa e simplesmente trocávamos experiências, como as pessoas fazem nos fundos de todos os lugares. Ele então deixou a faculdade e mudou-se para outra de artes em Londres, quando o Pink Floyd foi formado.”

Pink Floyd como quinteto

Curiosamente, ao contrário do que muitos acreditam, David Gilmour não substituiu Syd Barrett no Pink Floyd. A ideia inicial ao incluir o guitarrista e vocalista na banda era transformá-la em um quinteto.

Leia também:  O que Tony Iommi pensa sobre ideia de show final do Black Sabbath com Bill Ward

Porém, o período durou apenas duas semanas, incluindo algumas gravações, shows e sessão de fotos. A história desse breve, porém importante momento, pode ser conferida clicando aqui.

Syd Barrett se afastou do convívio com os amigos de forma gradativa, até se ausentar em definitivo. Seguiu sendo inspiração para músicas que moldaram a sonoridade do grupo. Faleceu em 2006, vítima de um câncer pancreático agravado pelo diabetes.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo David Gilmour e Syd Barrett se influenciaram antes do Pink Floyd
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades