Explosão de vape em plateia faz Bruce Dickinson se manifestar durante show em Brasília

Incidente com cigarro eletrônico na pista do Opera Hall levou público e até mesmo cantor a sofrerem com sintoma similar ao do gâs lacrimogênio

O show realizado por Bruce Dickinson, no último sábado (27), em Brasília, ficou marcado por um momento de confusão. Próximo do fim do evento, fãs e o próprio cantor acreditaram ter inalado gás de pimenta, gerando sintomas como tosse e irritação na garganta. Na verdade, porém, a produtora responsável MCA Concerts afirma que um vape (cigarro eletrônico) de um fã explodiu acidentalmente na pista premium.

­

- Advertisement -

Procurada pela reportagem, a empresa diz que a química presente no acessório se espalhou no ambiente. Dessa forma, foi causado sintoma parecido com o de um spray de pimenta, sentido não apenas pelo público, como também pelos músicos no palco.

A equipe médica de plantão na casa de eventos declara que os atendidos não apresentavam sintomas provocados por gás de pimenta, como irritação nos olhos, olhos lacrimejantes, inchaço ou desorientação. Constatou-se apenas irritação na garganta.

A MCA Concerts também afirma que a segurança do Opera Hall não faz uso deste tipo de recurso para conter qualquer possível transtorno.

O próprio cantor do Iron Maiden mencionou equivocadamente “spray de pimenta” ao conversar com o público sobre o ocorrido, conforme apontam vídeos que circula nas redes sociais. Em filmagem registrada pelo colaborador Guilherme Gonçalves, que cobriu a apresentação pelo site IgorMiranda.com.br, o artista havia dito:

“Alguém aqui embaixo está usando spray de pimenta. Algum c*zão aqui tem usado spray de pimenta, o que explica por que as pessoas não conseguem respirar aqui embaixo. Então, sabe, se vocês descobrirem quem fez isso, não ligo para o que vai acontecer com ele após o show. Enquanto isso, tentaremos fazer o nosso melhor.”

Após a declaração, Dickinson chegou a cantar uma das músicas do setlist — “Navigate the Seas of the Sun” — fora do palco, devido a alegadas dificuldades para respirar. Relatos também apontam que o vocalista entregou garrafas d’água a fãs próximos, na tentativa de controlar qualquer sintoma.

Comunicado da MCA Concerts

No início da noite deste domingo (28), a MCA Concerts publicou um comunicado sobre o ocorrido. Leia a seguir.

“Ontem (27) à noite, mais de 2 mil fãs lotaram o Opera Hall em Brasília, para ver Bruce Dickinson no terceiro show de sua aclamada primeira turnê solo brasileira em mais de 20 anos.

Um incidente ocorreu no final do show, onde gases nocivos foram liberados, causando problemas para os membros da banda no palco, equipe e público.

Posteriormente, pessoas da plateia foram às redes sociais para corroborar o incidente que lhes causou dificuldades respiratórias.

Como mostra o vídeo, Bruce fez o seu melhor, com conhecimento limitado da situação, para explicar os efeitos para a multidão, mas posteriormente descobriu que vários membros da banda, incluindo ele mesmo, foram afetados pelo ocorrido, e um membro da equipe teve que ser tratado com oxigênio por um médico. A filmagem também mostra Bruce saindo do palco para cantar parte do bis depois de estar visivelmente lutando para respirar e cantar.

Os promotores da turnê, MCA Concerts, estão trabalhando com as autoridades para compreender o impacto do incidente e entender como esses gases afetaram não apenas o público e a equipe, mas também a banda no palco.

Felizmente todos foram examinados pela equipe médica e foram liberados. O show em Belo Horizonte, no Arena Hall, hoje à noite, não será afetado.”

Leia também:  Deep Purple tem ciúmes do sucesso do Led Zeppelin e do Black Sabbath? Ian Gillan responde

Bruce Dickinson em Brasília

A apresentação de Bruce Dickinson em Brasília foi a terceira de uma turnê de sete datas pelo Brasil. A ocasião contou com uma surpresa no repertório: “Gates of Urizen”, faixa do álbum “The Chemical Wedding” (1998) que não era tocada ao vivo desde 1999.

O evento contou com cobertura do site IgorMiranda.com.br, com texto de Guilherme Gonçalves e fotos de Rodrigo Piruka. O material será publicado em breve.

Confira abaixo a agenda restante de Dickinson pelo Brasil. Ingressos seguem à venda nos sites Uhuu (São Paulo e Curitiba) e Bilheteria Digital (Belo Horizonte e Rio de Janeiro).

  • dia 28 de abril na Arena Hall, em Belo Horizonte;
  • dia 30 de abril no Rio de Janeiro, no Qualistage;
  • dia 02 de maio na Quinta Linda, em Ribeirão Preto;
  • e dia 04 de maio em São Paulo, na Vibra São Paulo.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | TikTok | Facebook | YouTube | Threads.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasExplosão de vape em plateia faz Bruce Dickinson se manifestar durante show...
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades