Agora fora do Skid Row, Erik Grönwall anuncia autobiografia para setembro

Livro detalhará a história de vida, carreira artística e recente luta do cantor sueco contra o câncer

Logo após ter anunciado sua saída do Skid Row, o vocalista sueco Erik Grönwall confirmou o lançamento de sua autobiografia para o dia 12 de setembro. “Power – Musiken, Döden, Livet” (“Poder – Música, Morte, Vida” em tradução livre para o português) será distribuído pela editora HarperCollins. Até o momento, não há informações sobre versões fora da Europa.

A obra conta a história de vida do cantor, atualmente com 36 anos, começando em sua infância e passando pelo estouro nacional através do reality show “Swedish Idol”. Após dar início a uma carreira solo, acabou sendo chamado pelo H.E.A.T, uma das forças ascendentes da cena hard/melodic rock. Após uma série de trabalhos elogiados, acabou sendo chamado pelo grupo que teve Sebastian Bach como voz mais conhecida em anos recentes.

- Advertisement -

Porém, no meio do caminho, Erik precisou lutar pela própria vida. Diagnosticado com leucemia, teve que interromper momentaneamente atividades. O período levou a uma série de reflexões e reposicionamentos de prioridades, que acabaram determinando até mesmo o abandono do sonho de ser o frontman da banda favorita, o que ele também explicará no livro.

Disse o artista em comunicado publicado nas suas redes sociais:

“Nunca pensei que lançaria uma autobiografia, muito menos aos 36 anos. Mas às vezes parece que vivi duas vidas no que seria um terço de uma. Sinto que tenho algo para compartilhar e espero que isso possa dar esperança a mais pessoas que estão passando por dificuldades. A vida após uma doença pode realmente ser melhor do que nunca.”

A saída do Skid Row

O comunicado informando a saída de Erik do Skid Row foi emitido no último dia 27 de março. Tanto o vocalista quanto a banda deixaram claro que a saúde do agora ex-integrante e sua dificuldade em cumprir a rigorosa agenda de shows teve influência na tomada de decisão.

Leia também:  Sepultura terá ex-membros participando dos shows de despedida? Andreas Kisser responde

O cantor ainda não se encontra nas condições ideais de seu sistema imunológico, devido ao transplante de medula óssea que o salvou do câncer. Após conversar com os médicos que o acompanham, Grönwall optou por não apenas se preservar, como não mais interferir nos compromissos dos amigos.

Posteriormente, em nova nota individual, o intérprete escreveu:

“Sim, decidi sair do Skid Row.

A principal razão é que tem sido difícil priorizar minha saúde e recuperação total enquanto vocalista da banda.

Em 2021 estava em tratamento contra a leucemia e isso me deu um superpoder chamado perspectiva. Decidi usar essa perspectiva e escrever os valores pelos quais queria viver pelo resto da minha vida. No topo dessa lista está escrito ‘saúde em primeiro lugar’.

Tive que olhar essa lista muitas vezes no ano passado, questionando se estou realmente vivendo de acordo com meus valores. No fim das contas, percebi que a resposta era não.

Como resultado dos tratamentos e do transplante, meu sistema imunológico ficou prejudicado. Você pode pensar no meu sistema imunológico como uma criança de 4 anos trazendo para casa todos os tipos de vírus da pré-escola. Demora um pouco para construir essa resistência novamente, mas meu sistema imunológico está ficando mais forte a cada dia.

No entanto, ainda estou fazendo check-ups regulares (exames de sangue) no departamento de hematologia na Suécia, o que tem se mostrado um desafio ao manter o cronograma do Skid Row. Tenho muito respeito pelo meu histórico médico para me forçar ao limite.

Eu amo o Skid Row, não tenho nada além de respeito pelos caras da banda mas amo e respeito mais minha saúde. Eu entendo que o Skid Row é uma banda em turnê, mas como eu disse aos caras: ‘se não consigo priorizar minha saúde, então não sou o cara certo para o trabalho’.

Por favor, note que NÃO estou doente e não é que não queira fazer uma turnê. Adoro estar na estrada. E é claro que tentamos encontrar o equilíbrio certo juntos, mas no final das contas percebi que era melhor me afastar.

Então agora vou me concentrar na minha recuperação total e voltar mais forte do que nunca. Enquanto isso, estou finalizando minha biografia. E vou começar a compor minhas próprias músicas novamente.

Por fim, mais uma vez obrigado a todos que me aceitaram como vocalista desta banda icônica.

Lembre-se sempre de que nenhum emprego, nenhum dinheiro, nenhuma fama vale a sua saúde ou bem-estar. Saúde em primeiro lugar sempre. Devo essa decisão ao cara da segunda foto e tenho orgulho de poder dizer que cumpri minha promessa a ele. Saúde em primeiro lugar!”

Skid Row e Lzzy Hale

Os próximos shows do Skid Row terão Lzzy Hale nos vocais. A cantora e guitarrista do Halestorm cumprirá a agenda já estabelecida enquanto a banda procura por um novo titular da função em tempo integral. Todas as apresentações acontecem nos Estados Unidos.

Leia também:  Slipknot faz mistério com outdoor e site novos

Além de Erik Grönwall e o já mencionado Sebastian Bach, o grupo ainda teve Matt Fallon, Johnny Solinger, Tony Harnell (TNT) e ZP Theart (ex-Dragonforce) empunhando o microfone principal.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasAgora fora do Skid Row, Erik Grönwall anuncia autobiografia para setembro
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades