11 suspeitos são detidos após ataque a show de rock em Moscou que matou 133

Estado Islâmico assumiu responsabilidade por autoria do atentado em concerto da banda russa Picnic

O governo russo anunciou ter detido 11 suspeitos de ligação com o atentado ocorrido na última sexta-feira (22) em Moscou, durante show da banda de rock local Picnic. Até o momento da publicação da matéria, 133 mortes foram confirmadas, com outras centenas de feridos. Foi o maior ataque coordenado no país nos últimos 20 anos.

Horas após o ocorrido, o Estado Islâmico assumiu a responsabilidade sobre o ato. A Ucrânia, que há dois anos está em conflito com a Rússia, classificou como “insustentáveis e absurdas” as acusações de que poderia ter algum tipo de envolvimento.

- Advertisement -

Disse o conselheiro da presidência ucraniana Mykhaylo Podolyak, em nota repercutida pelo G1:

“A Ucrânia não tem a menor ligação com este incidente. A Ucrânia trava uma guerra em grande escala com a Rússia e resolverá isso no campo de batalha. As versões dos serviços especiais russos sobre a Ucrânia são absolutamente insustentáveis ​​e absurdas.”

O país vizinho da Rússia recebeu o apoio dos Estados Unidos, que se manifestou em seu favor através do serviço de inteligência da Casa Branca, rechaçando a possibilidade de envolvimento.

Leia também:  Entre a luz e as trevas: a história de “Headless Cross”, do Black Sabbath

A manifestação de Vladimir Putin e a resposta do Estado Islâmico

Apesar da negativa, o presidente Vladimir Putin afirmou em pronunciamento oficial que os homens detidos estavam indo para o território ucraniano em fuga. Ele também argumentou que todos os envolvidos tinham sido presos, embora as investigações e buscas prossigam.

Em seu canal oficial no Telegram, o Estado Islâmico apresentou seus argumentos para a ação. Diz a publicação:

“O ataque (em Moscou) surge no contexto de uma guerra violenta entre o Estado Islâmico e os países que lutam contra o Islã.”

A organização considera a Rússia inimiga por conta de o governo de Vladimir Putin apoiar as forças de Bashar Al-Asad, que há quatro anos expulsou o grupo da Síria.

Leia também:  Axl Rose fugia de Dave Mustaine no Rock in Rio 1991

Picnic se manifesta

O Picnic existe desde 1978. Sua música mistura rock progressivo com elementos culturais locais. A discografia inclui mais de 30 lançamentos. O álbum mais recente, “Veselyi i zloi”, saiu em 2022.

Em seu site oficial, o grupo publicou a seguinte mensagem:

“Toda a equipe do Picnic expressa profundas condolências às famílias e amigos das vítimas. Rezamos pela rápida recuperação dos sobreviventes. Estamos profundamente chocados com esta terrível tragédia e lamentamos convosco.”

Filmagens do ataque compartilhadas nas redes sociais registram pessoas gritando dentro do local enquanto tiros eram disparados. Alguns vídeos mostraram indivíduos feridos no chão. Outros mostraram o prédio em chamas, enquanto homens armados jogavam granadas e bombas incendiárias.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotícias11 suspeitos são detidos após ataque a show de rock em Moscou...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades