Rolling Stones enxugaram lista de exigências, diz Darryl Jones

De acordo com baixista, parte da ambientação solicitada e outras regalias não existem mais no camarim; ainda assim, há sempre fartura de comida

Os Rolling Stones costumavam ter uma longa lista de exigências enquanto estavam em turnê. Para a produção dos shows no Brasil em 2016, por exemplo, a banda solicitou no camarim toalhas pretas sob a mesa, champanhe Möet Chandon, caixa de chá inglês de hortelã, garrafas da água francesa Evian, entre outras coisas. 

Agora, os músicos deram uma enxugada nos pedidos, segundo Darryl Jones. Em recente entrevista, compartilhada pela NME, o baixista de apoio revelou que boa parte da ambientação e regalias oferecidas nos bastidores acabaram. 

- Advertisement -

Ele disse:

“Antes eles montavam um quarto com cortinas e outras coisas nos bastidores. Tínhamos jogos de corrida, daqueles em que você joga com a própria cadeira. Eles meio que cortaram essas coisas agora. Keith (Richards, guitarrista) ainda tem o que ama, que é a torta de batata e carne (shepherd’s pie). Há muita comida nos bastidores, eu e o tecladista [Chuck Leavell] temos nossa própria lista.” 

Darryl Jones (foto: Ben Houdijk / Depositphotos)

Inclusive, comer a chamada “shepherd’s pie” é essencial para Richards. Conversando com a BBC anos atrás, o guitarrista explicou por que o prato é o seu favorito: 

Leia também:  A história do álbum de estreia dos Smiths e a criação do indie rock

“Meu prato favorito sempre foi a torta de carne com batata, porque quando você vai para um show e não comeu ainda, você não quer comer algo realmente sólido. Essa torta é como uma papinha de bebê, é mais pastosa, mas ao mesmo tempo tem um gosto ótimo.”

Rolling Stones, Metallica e as exigências

A lista de exigências dos Rolling Stones não envolve somente alimentação ou decoração. De acordo com Lars Ulrich, baterista do Metallica, era proibido até olhar para o vocalista Mick Jagger nos bastidores.

Leia também:  Dave Mustaine explica nas entrelinhas cancelamento do Megadeth no Rock in Rio 2022

Durante participação no podcast Club Random with Bill Maher, o músico contou que ficou frustrado quando soube da notícia. Na ocasião, o Metallica abria dois shows da banda em São Francisco, nos Estados Unidos, em 2005, como explicou: 

“Isso não é de forma alguma um julgamento sobre os Stones, é mais sobre nós. Estávamos nos bastidores e, em determinado momento, um assistente pessoal ou o que quer que seja chegou e disse: ‘Mick Jagger vai passar por aqui em alguns minutos, Ele está indo para sua academia particular e vai se aquecer antes do show. Quando ele passar por aqui, por favor, não façam contato visual com ele ou falem com ele’.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasRolling Stones enxugaram lista de exigências, diz Darryl Jones
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades