A única discordância de Slash com o Guns N’ Roses em relação a “Use Your Illusion”

Para o guitarrista, relação com Axl Rose na época era o menor dos problemas durante as gravações dos álbuns

O Guns N’ Roses desfrutou de grande sucesso com os ambiciosos álbuns “Use Your Illusion”, repartidos em dois volumes e lançados simultaneamente em 17 de setembro de 1991. Ao mesmo tempo, os discos mostraram que os integrantes da banda tinham preferências e até mesmo objetivos artísticos diferentes.

O vocalista Axl Rose, em especial, estava mais disposto a trabalhar em produções épicas e gigantescas – partiu dele a ideia de lançar ao mesmo tempo dois álbuns 30 faixas somadas. O guitarrista Slash, por sua vez, fazia parte do clube que queria continuar fazendo o hard rock mais direto apresentado no álbum de estreia da banda, “Appetite for Destruction” (1987).

- Advertisement -

Apesar disso, o homem da cartola relembrou, em antiga entrevista ao Music Radar, que mergulhou de cabeça no projeto “Use Your Illusion”. No bate-papo, publicado em 2011 para celebrar os 20 anos dos álbuns (que agora estão prestes a chegar a 30 anos), o guitarrista revelou o único aspecto do qual discordava de Axl Rose em todo esse processo: o uso de sintetizadores.

A presença dos synths não era a mesma que nos acostumamos a ouvir na década de 1980. Nada de “tecladinho new wave”. Ainda assim, Slash não curtia a abordagem, que tirava os holofotes da guitarra. A reportagem cita como exemplos as trompas de “Live and Let Die” e os arranjos de corda de “November Rain”, todos gerados com sintetizadores.

Leia também:  Megadeth enfileira acertos e oferece show impecável em São Paulo

“Axl e eu estávamos bem na época. O único problema com os discos ‘Illusion’ foi a entrada de sintetizadores. Eu discordava dos sintetizadores – e ainda discordo.”

Discos grandiosos, músicas criadas de forma simples

Embora os álbuns “Use Your Illusion” tenham esse tom grandioso – para alguns, até espalhafatoso -, boa parte do material foi composto de forma considerada simples. Em uma maratona de duas noites em sua casa, Slash reuniu Axl Rose, o baixista Duff McKagan e o também guitarrista Izzy Stradlin para criar uma parte das canções que entrariam no disco.

Dessa sessão, nasceram, de forma parcial ou total, músicas como “The Garden”, “Get in the Ring”, “So Fine” e “Double Talkin’ Jive”. Esta última foi exaltada por Slash durante a entrevista:

“Sempre achei que ‘Double Talkin’ Jive’, de Izzy, tinha uma vibe legal. Peguei para tocar aquela pequena parte de violão flamenco.”

Por outro lado, diversas composições presentes naqueles dois álbuns vieram de anos anteriores, como “Dead Horse”, “Back Off Bitch”, “You Could Be Mine”, “Don’t Cry” e “November Rain”, entre outras. Algumas delas chegaram a ser tocadas ao vivo em shows na década de 1980.

Leia também:  Sepultura terá ex-membros participando dos shows de despedida? Andreas Kisser responde

Guns N’ Roses e “Use Your Illusion”

Lançados simultaneamente em 17 de setembro de 1991, “Use Your Illusion I & II” marcaram a estreia da formação em sexteto do Guns N’ Roses, com a efetivação do tecladista Dizzy Reed e a entrada do baterista Matt Sorum – embora Steven Adler ainda tenha gravado a música “Civil War”.

Musicalmente, marcou uma mudança em comparação ao hard rock cru e agressivo de Appetite For Destruction, incorporando arranjos pomposos em determinadas faixas. O ambicioso projeto se mostrou um sucesso, com os trabalhos ocupando os dois primeiros lugares da parada norte-americana. Combinados, venderam mais de 35 milhões de cópias em todo o planeta.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA única discordância de Slash com o Guns N’ Roses em relação...
Igor Miranda
Igor Miranda
Igor Miranda é jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital. Escreve sobre música desde 2007. Além de editar este site, é colaborador da Rolling Stone Brasil. Trabalhou para veículos como Whiplash.Net, portal Cifras, revista Guitarload, jornal Correio de Uberlândia, entre outros. Instagram, Twitter e Facebook: @igormirandasite.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades