Por que Dave Grohl não levou Krist Novoselic para o Foo Fighters

Músico admitiu ter pensado na possibilidade inicialmente, mas a ideia acabou não sendo levada adiante

O primeiro álbum do Foo Fighters era, basicamente, um trabalho solo de Dave Grohl. Porém, na hora de levar o projeto aos palcos, seria preciso montar uma banda.

Um dos escolhidos foi o guitarrista Pat Smear, que já vinha acompanhando o Nirvana em seus últimos shows – incluindo a gravação do “MTV Unplugged”. Mas o baixista Krist Novoselic não apareceu.

- Advertisement -

Seu instrumento é até hoje comandado por Nate Mendel, único outro membro do grupo de forma ininterrupta – Pat chegou a sair por um período e depois regressou em definitivo.

Em entrevista de 1995 à Rolling Stone (via Tenho Mais Discos Que Amigos), o frontman da empreitada não escapou de ter que responder sobre o colega ausente.

Alguns poderiam pensar que a parceria não se repetiu por ter sido óbvia demais, além de fazer alusão inevitável à ocupação anterior de ambos. Mas a possibilidade realmente foi discutida, de acordo com Dave.

Leia também:  Entre a luz e as trevas: a história de “Headless Cross”, do Black Sabbath

“Chegamos a conversar sobre a possibilidade. Simplesmente não aconteceu. Para Krist e eu, teria sido muito natural e ótimo. Mas para todos os outros, ficaria estranho e teria me deixado em uma posição muito ruim. Eu realmente estaria sob um microscópio.”

Mesmo assim, Grohl garantiu que a conexão entre ambos não cessou no período entre o trágico desfecho do Nirvana e o início da nova fase.

“Krist e eu mantivemos contato, nos reuníamos e conversávamos para ter certeza de que estávamos bem. Eventualmente, muito lentamente, as coisas voltaram a um ritmo mais normal. Tudo mudou e vai demorar muito para nos acostumarmos com isso.”

Dave Grohl e Krist Novoselic

Dave e Krist se encontrariam novamente nos palcos em momentos especiais. Os de maior destaque aconteceram em 2012 e 2014. No primeiro, os remanescentes do Nirvana se apresentaram junto a Paul McCartney tocando a composição “Cut Me Some Slack”, gravada em estúdio pela parceria.

Leia também:  Creed realiza primeiro show em nova reunião

Já o segundo foi durante a indução da banda ao Rock and Roll Hall of Fame. Na cerimônia, o grupo tocou com Joan Jett, Kim Gordon, St. Vincent e Lorde assumindo a posição de Kurt Cobain.

Recentemente, a dupla se reuniu para algumas entrevistas promocionais sobre a edição de 30 anos de “In Utero”, último álbum de estúdio da carreira da banda que os consagrou.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Dave Grohl não levou Krist Novoselic para o Foo Fighters
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades