A curiosa razão pela qual Andre Matos queria tirar Kiko Loureiro do Angra

Revelação foi feita pelo baterista Marco Antunes durante participação no podcast Ibagenscast

A história do Angra antes das gravações do primeiro álbum, “Angels Cry” (1993), foi envolta em uma série de mudanças de formação até encontrar o quinteto considerado ideal – o que aconteceu apenas após o disco em questão ter ficado pronto.

O último substituído nesse intervalo de tempo foi o baterista Marco Antunes. Em recente entrevista ao podcast Ibagenscast, ele deu mais detalhes sobre o período, com ênfase em um momento específico onde o vocalista Andre Matos quis demitir o guitarrista Kiko Loureiro e o baixista Luis Mariutti.

- Advertisement -

De acordo com o instrumentista:

“Heroicamente, eu e Rafa (Rafael Bittencourt, guitarrista) seguramos Mariutti e Kiko. Nem era para os dois estarem na banda. Aconteceu antes do primeiro disco em uma operação de guerra, que envolveu a minha irmã. Era um ensaio que faríamos e o Andre estava muito disposto a tirar o Kiko, decidido.”

O motivo? O cantor e o guitarrista não compartilhavam dos mesmos gostos musicais.

“Ele dizia: ‘O cara é hard rock’ e eu falei ‘F#da-se que ele gosta de hard rock, eu também não gosto do que a gente tá fazendo. Eu não gosto de Helloween, não gosto de power metal, mas tô fazendo. Agora já estamos com o cara e ele é bom pra c*ralho’.”

A insegurança de Andre Matos

Marco ainda ressaltou que o grupo precisou conviver com a insegurança do seu frontman naquele período.

Leia também:  A diferença entre Robert Plant e Paul Rodgers, segundo Jimmy Page

“O Andre tinha muita insegurança. Ele tinha muito medo de ser traído, sacaneado, de a banda não dar certo por algum motivo. Era um cara que não procurava ajuda médica, infelizmente. Acho que todo mundo que tem depressão, ansiedade, uma tristeza que não passa não deve se medicar. Vá a um médico. Os medicamentos psiquiátricos estão aí para ajudar. Mas o Andre se medicava sozinho, com medicamentos de 1814, no quarto dele. Era um cara muito incontrolável.”

Ele destaca, no entanto, que nem sempre foi assim.

“No primeiro ano de banda ele se sentia muito à vontade comigo e com o Rafa. A gente saía à noite e ensaiava de manhã no dia seguinte. Era um Andre que a gente não conhecia. Até que, depois da saída do Zaza (André Hernandes, guitarrista), o Andre feliz desapareceu.”

Em relação à “operação” para manter Kiko, Antunes recordou:

“Quando ele quis tirar o Kiko pela primeira vez foi quando a gente percebeu que a gente não controlava mais o Andre. Ele quis tirar o Kiko três ou quatro vezes. Uma delas junto com o Luis. Tive que pedir para a minha irmã atender a porta antes de o Kiko tocar a campainha. Era pro Andre não ir lá, pra eu e o Rafa conversarmos com o Kiko antes. Foi uma operação de duas horas pra ele não sair da banda, que envolveu a família na porta de uma casa. Isso é ridículo.”

Andre Matos e Rafael Bittencourt

Em 2022, durante conversa com o mesmo Ibagenscast, Rafael Bittencourt também lembrou de quando entrou na mira de Andre Matos. Aconteceu logo após a gravação de “Angels Cry”.

Leia também:  Axl Rose lança seu primeiro site oficial próprio

“Ele reuniu todo mundo para comunicar que eu estava fora. Estavam o Toninho (Pirani, empresário à época), o Kiko (Loureiro, guitarrista), Luis Mariutti (baixista) e eu. O Marco (Antunes, baterista original) já tinha saído por tudo que aconteceu.”

Rafael não aceitou a decisão, que acabou não sendo mantida. Porém, a relação entre ele e Andre não foi mais a mesma após o episódio.

“Falei que ele estava louco em pensar aquilo. Eu dei o nome, criei o conceito, arrumei todos os músicos que ele não conhecia, fiz metade das músicas… ele começou a dar razões que não tinham pé nem cabeça. Ali tudo começou a enfraquecer, foi uma apunhalada pelas costas.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA curiosa razão pela qual Andre Matos queria tirar Kiko Loureiro do...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades