A opinião de James Hetfield sobre o álbum de estreia do Van Halen

Frontman do Metallica reconheceu que a banda era o que de mais pesado havia no final dos anos 1970

Não dá para falar em álbuns que revolucionaram o rock sem citar o primeiro do Van Halen. Em poucos mais de 35 minutos e contando com 10 faixas, o disco praticamente inaugurou uma nova era naquilo que era conhecido como hard rock, unindo melodias palatáveis a uma execução bem acima da média para os padrões.

Entre os influenciados está ninguém menos que James Hetfield. Em entrevista de 2017 ao WTFPodcast, resgatada pelo Rock and Roll Garage, o frontman do Metallica comentou sua relação pessoal para com o play.

- Advertisement -

Impactado até então, o músico disse:

“É inacreditável. Eu ainda fico impressionado com esse disco. Soa tão vivo. Também tem muita juventude e rebelião. Parece tão bom. Era definitivamente música de festa, nada dark.”

Anteriormente, em 2008, o vocalista e guitarrista recordou quando escutou o disco pela primeira vez. O registro em vídeo foi transcrito pelo Van Halen News Desk.

Leia também:  Quando Ozzy Osbourne disse que Dio e Tony Iommi não tinham carisma

“Lembro-me de ouvir em alguma estação de rádio quando estava saindo. Minha reação foi ‘Uau, o que é isso? É crocante!’ Realmente fez meu cabelo ficar em pé. Quando eu era criança, o Van Halen era o que de mais pesado tínhamos na Califórnia.”

Van Halen e seu álbum de estreia

Lançado em 10 de fevereiro de 1978, o álbum de estreia do Van Halen promoveu uma revolução na maneira como a guitarra era encarada no rock a partir dos malabarismos instrumentais de Eddie Van Halen.

As gravações com o produtor Ted Templeman duraram três semanas. Quase tudo foi feito ao vivo em estúdio, com alguns overdubs de guitarra posteriores. As notas de rodapé trazem agradecimentos ao radialista Rodney Bingenheimer, de Los Angeles e Gene Simmons, baixista e vocalista do KISS que financiou a primeira demo da banda.

Leia também:  Bruce Dickinson desafia o ouvinte em “The Mandrake Project”

Além das músicas autorais, o tracklist trazia versões para “You Really Got Me”, do The Kinks e “Ice Cream Man”, de John Brim. “Van Halen”, o álbum, vendeu mais de 10 milhões de cópias só nos Estados Unidos, alcançando a distintiva premiação do disco de diamante.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA opinião de James Hetfield sobre o álbum de estreia do Van...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades