“Arnold Layne”: a história do criminoso que inspirou música do Pink Floyd

Ladrão que inspirou a canção em questão ficou conhecido por seu hábito de roubar peças íntimas femininas na cidade de Cambridge

Nem seria preciso lembrar a qualquer fã de rock quais são os principais sucessos que o Pink Floyd lançou ao longo de sua existência. Mas você sabia que o pouco lembrado single inaugural da lendária banda é baseada em um criminoso pra lá de curioso?

A primeira música lançada como single do Pink Floyd foi “Arnold Layne”, que acabou ficando de fora do disco de estreia do grupo, “The Piper at the Gates of Dawn”. À época, a banda ainda contava com a presença de Syd Barrett em seu line-up.

- Advertisement -

Os versos de “Arnold Layne” foram escritos pelo próprio e contam a história de um homem homônimo, praticante de cross-dressing, que gostava de roubar lingeries femininas dos varais na cidade britânica de Cambrigde.

O que pouca gente sabe é que, ao escrever os versos da canção, Barrett se baseou justamente em um misterioso ladrão que gostava de levar peças íntimas que ficavam penduradas nos varais de uma grande lavanderia do local.

Roger Waters já explicou que sua mãe e a de Syd tinham o costume de hospedar estudantes universitárias em suas casas. Para o azar delas, muitas tiveram suas peças íntimas levadas pelo misterioso ladrão.

Leia também:  A sincera reflexão de Duff McKagan sobre como a fama o mudou

“Tanto minha mãe quanto a mãe do Syd tinham estudantes como inquilinas, já que havia uma faculdade para garotas no final da rua. Por isso, haviam muitas filas de sutiãs e calcinhas nos varais e ‘Arnold’, quem quer que ele fosse, deixou suas pegadas nesses varais.”

Arnold Layne, o ladrão

Segundo o site Capturing Cambridge, que pertence ao museu da cidade britânica, o ladrão recebeu o nome de “Arnold” entre a população após a culpa “cair” entre os membros de uma família que tinha o sobrenome Arnold, já que muitos deles trabalhavam na lavanderia em questão.

Após levar as peças, o ladrão – que nunca foi descoberto – costumava vender as lingeries roubadas para ganhar um dinheiro.

Kevin Arnold, parente do criminoso misterioso, deu a entender que a família sabe quem era o parente “ladrão” – apesar de nunca terem revelado sua identidade – e que era próximo de Syd Barrett.

“Meu pai se chamava Leonard Percy Arnold, minha avó se chamava Cecilia Dora Arnold. Então, muitos Arnolds viviam e trabalhavam na lavanderia. John ‘Beefy’ Arnold era meu tio e ele teve muitos filhos.

Havia um pequeno criminoso em nossa família, que era conhecido da polícia e alcoólatra, que ficou conhecido por levar peças íntimas femininas de boa qualidade da lavanderia e as vendia para alimentar seu hábito. Um de seus amigos era um certo Syd Barrett do Pink Floyd, que escreveu a canção ‘Arnold Layne’ e se tornou o single de estreia deles.”

“Arnold Layne”, a música

Lançada como single em 10 de março de 1967, tendo “Candy and a Currant Bun” no lado B, “Arnold Layne” chegou ao 20º lugar na parada britânica. À época, a banda chegou a filmar um videoclipe para a faixa, que apareceu no tradicional programa “Top of the Pops”, da BBC.

Leia também:  Eloy Casagrande não é mais baterista do Sepultura, que anuncia novo integrante

*Texto construído com informações da Farout, Wikipedia e Songfacts.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidades“Arnold Layne”: a história do criminoso que inspirou música do Pink Floyd
Augusto Ikeda
Augusto Ikedahttp://www.igormiranda.com.br
Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Atua no mercado desde 2013 e já realizou trabalhos como assessor de imprensa, redator, repórter web e analista de marketing. É fã de esportes, tecnologia, música e cultura pop, mas sempre aberto a adquirir qualquer tipo de conhecimento.

1 COMENTÁRIO

  1. Que legal!!! Sempre quis saber quem era o tal Arnold Layne rsrs
    Procurei algo sobre isso vários anos atrás e não encontrava nada
    História interessante
    Parabéns pela matéria
    Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades