Sebastian Bach diz que não há razão para não reunir Skid Row original

Infelizmente para o vocalista, os membros ainda presentes na banda pensam de forma contrária

Sebastian Bach deixou o Skid Row – ou foi convidado a se retirar, no caso – em 1996, após a turnê do álbum “Subhuman Race”. Por muitos anos, o cantor vem tentando encontrar argumentos para justificar uma reunião com os antigos colegas.

Uma reaproximação chegou a ser ensaiada. No entanto, os próprios desistiram no meio do caminho.

- Advertisement -

Em entrevista à rádio 105.5 WDHA (via Blabbermouth), Tião voltou a falar sobre o tema. A ideia fixa se mantém, embora pareça que não haja mais tantos fãs realmente se importando no mundo real.

“Não há realmente nenhuma razão para que o Skid Row original não possa se reunir. E digo isso porque ainda estamos todos vivos e saudáveis. Realmente acho que a razão pela qual isso nunca aconteceu são apenas negócios. Você não pode ficar bravo com alguém com quem não convive desde 1996.”

De qualquer modo, do lado da banda, a possibilidade é nula. E não apenas pelo fato de o vocalista Erik Gronwall ter agradado os fãs com o álbum “The Gang’s All Here” (2022). Em 2019, o baixista Rachel Bolan já havia falado à Rolling Stone sobre o fracasso na tentativa de reunião, três anos antes.

Leia também:  Documentário sobre o Nickelback estreia nos cinemas brasileiros em março

“Chegamos a tentar uma reaproximação com Sebastian Bach, mas bastou algumas conversas para lembrarmos porque o despedimos. Não há dinheiro no mundo que valha sacrificar a felicidade e a paz de espírito.”

Skid Row e Sebastian Bach

Após a saída de Tião, o Skid Row chegou a encerrar atividades, mas retornou pouco tempo depois com o vocalista Johnny Solinger. Mais dois discos e dois EPs foram lançados até o cantor – falecido ano passado – deixar o grupo.

Após uma breve passagem de Tony Harnell (TNT), ZP Theart (Dragonforce) assumiu o microfone e ficou até o ano passado, quando Erik assumiu a função.

Nas últimas semanas, Sebastian Bach lançou o single solo “What Do I Got To Lose?”, antecipando seu próximo disco. O cantor é atração confirmada no Brasil em abril próximo, com shows em São Paulo, no Summer Breeze (26), além de Curitiba (27) e Rio de Janeiro (28) – este último com o Mr. Big.

Leia também:  Paul McCartney solta palavrão ao apoiar Foreigner no Rock and Roll Hall of Fame

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasSebastian Bach diz que não há razão para não reunir Skid Row...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades