O filme que Jack Black mais gostou de gravar, segundo o próprio

Apesar de ter feito inúmeros outros papeis, ator não se incomoda em ser lembrado pela obra até hoje

Talvez em diferentes segmentos as pessoas possam vir a lembrar de Jack Black por outros filmes. Porém, acredito que a maioria esmagadora dos que estão lendo essa matéria tenham em mente a figura de Dewey Finn em “Escola de Rock”, lançado no ano de 2003.

A comédia estrelada pelo astro e membro do Tenacious D nas horas vagas mostrava um roqueiro sonhador que se infiltrava em uma escola tradicional como professor. Ele acabava convertendo toda uma turma de pré-adolescentes de acordo com os seus gostos musicais, chegando a levá-los a uma batalha de bandas.

- Advertisement -

Alguém pode imaginar que após vinte anos o artista prefira ser reverenciado pelo que fez em tempos recentes. Não é o caso aqui. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Jack só tem lembranças positivas.

Leia também:  Como o TikTok mostra que o cinema não está morrendo, segundo Martin Scorsese

“Foi um grande momento para mim. Esse filme me colocou no mapa de várias maneiras. Continua sendo a experiência favorita em minha carreira porque me deu a chance de fazer todas as coisas que faço de melhor: atuar, interpretar e escrever músicas.”

Mesmo do ponto de vista técnico a experiência ainda é vista com olhos saudosos e carinhosos.

“Pude trabalhar com meu escritor favorito, Mike White, que fez um trabalho grandioso. Ele escreveu tudo de acordo com o que sou, para a minha voz. É muito raro e especial quando isso acontece. Também teve Richard Linklater, o diretor. Todos os planetas se alinharam, Sempre senti que estará escrito na minha lápide: o cara de ‘Escola de Rock’. E estou bem com isso.”

Jack Black e “Escola de Rock”

Lançado em outubro de 2003 pela Paramount Pictures, “Escola de Rock” faturou US$ 131 milhões de bilheteria, superando com folga os US$ 35 milhões do seu orçamento de produção. Posteriormente, ganhou adaptação para os palcos da Broadway e virou série televisiva.

Leia também:  Paulo Miklos interpreta Adoniran Barbosa no filme “Saudosa Maloca”; veja trailer

Recentemente, Jack Black falou sobre a possibilidade de uma continuação. Por hora, o projeto ainda não saiu do papel e nem teve detalhes do roteiro divulgados.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO filme que Jack Black mais gostou de gravar, segundo o próprio
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades