Ozzy Osbourne lamenta que Geezer Butler não queira mais saber dele

Anteriormente, baixista já havia admitido que a relação era distante desde o fim do Black Sabbath

Desde que revelou publicamente ser portador da doença de Parkinson, Ozzy Osbourne tem exaltado a relação com Tony Iommi. O guitarrista e único membro presente em todas as formações do Black Sabbath tem mantido contato e incentivado o colega, retribuindo o que lhe foi oferecido ao receber o diagnóstico de câncer na década passada.

Porém, ao que parece, o mesmo não pode ser dito sobre o baixista Geezer Butler. Em entrevista à versão britânica da revista Rolling Stone, o Madman refletiu sobre como está a relação com os antigos comparsas. E a resposta parece não ter sido a imaginada nem pelo repórter e nem pelos próprios fãs.

- Advertisement -

Ele afirmou:

“Tony Iommi tem me apoiado muito desde que revelei a minha doença. Geezer Butler não me deu uma p*rra de um telefonema. Nem uma maldita ligação. Quando seu filho nasceu, eu telefonava para ele todas as noites, mesmo que estivéssemos em guerra um com o outro por conta da minha demissão do Black Sabbath. Ainda assim pensei: ‘F*da-se, ele é meu amigo, vou ligar para ele’. Mas agora não recebi nem uma droga de ligação.”

Vale citar que Geezer já havia admitido que as relações com Ozzy eram praticamente inexistentes após o fim do Black Sabbath. Em sua biografia, “Into the Void”, o baixista comentou a situação. A revelação foi feita no epílogo da obra, quando ele diz:

Leia também:  Mistério? Autorreferência? Entenda as letras de Bruce Dickinson em “The Mandrake Project”

“Eu e Ozzy estamos bem, só que nós dois somos comandados por nossas esposas. Ele tem um grande coração e sempre esteve ao meu lado nos momentos difíceis.”

Osbourne não aceita a justificativa envolvendo cônjuges.

“É triste, cara. Todos nós crescemos juntos, e ele não pode pegar a p*rra do telefone como um homem e ver como estou. Até Bill Ward entrou em contato comigo. Eu disse algumas coisas sobre Bill e não sei por que disse, mas quando fiquei doente ele me contatou. Não estou em choque, só muito triste porque ele não pode simplesmente me ligar depois de todo esse tempo e perguntar: ‘Como você está?’ Você realmente vai se esconder atrás da saia da sua esposa?”

Geezer Butler e Ozzy Osbourne

Durante entrevista ao Ultimate Classic Rock para divulgar o livro, Geezer foi convidado a se aprofundar no tema ao ser questionado sobre a atual relação entre os músicos da formação original do grupo.

“Tony Iommi sempre esteve lá para mim. Você sabe, ele é um bom amigo. Podemos criticar um aos outro até a morte. É como o casamento, na verdade. Você tem discussões terríveis, se desentende, mas faz as pazes e volta a ficar junto da pessoa. Eu ainda amo Bill Ward, mas ele não está na internet. Se quiser falar com ele, você deve enviar um e-mail para a esposa e ela o avisa. É muito estranho. [Risos] E não falo mais com Ozzy.”

Mas será que há a possibilidade de os dois voltarem a conversar?

Leia também:  12 shows internacionais de rock e metal no Brasil em março de 2024

“Duvido muito. Não brigamos, foram nossas esposas.”

Fim do Black Sabbath

O Black Sabbath realizou sua última apresentação dia 4 de fevereiro de 2017, na cidade inglesa de Birmingham, onde a história da banda começou. Bill Ward não esteve presente nas últimas turnês, sendo substituído por Tommy Clufetos, baterista da banda solo de Ozzy.

Em toda sua trajetória, o grupo vendeu mais de 70 milhões de cópias de seus álbuns. Mas o maior reconhecimento foi mesmo pela solidificação do heavy metal como um gênero musical, estabelecendo as diretrizes para o que já vinha sendo “rascunhado” em anos anteriores.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasOzzy Osbourne lamenta que Geezer Butler não queira mais saber dele
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades