Fãs já não compram mais tantos ingressos antecipados, diz John Corabi

Vocalista do The Dead Daisies aponta mudança de comportamento da audiência após a pandemia

O mundo mudou de forma irremediável em vários aspectos por conta da pandemia de Covid-19. E a indústria do entretenimento não ficou de fora. A maneira como consumimos material e eventos presenciais obteve novas características, especialmente do ponto de vista da praticidade.

Em entrevista ao Audio Ink Radio (transcrita pelo Blabbermouth), John Corabi refletiu sobre os efeitos causados no mercado. De acordo com o vocalista do The Dead Daisies e artista solo, a volta dos shows após o período de confinamento não foi tão empolgante quanto parece.

“O engraçado é que até meus shows solo, mesmo na Europa, em todo o mundo, têm sido uma espécie de sucesso ou fracasso. Ou está incrivelmente lotado ou é apenas um pouco ‘eh’. Ainda estamos sendo inundados com novas versões da Covid e toda a m*rda que está acontecendo e podemos ver nas notícias. Acho que você está descobrindo que algumas pessoas ficaram muito complacentes e confortáveis apenas sentadas no sofá, tipo: ‘F*da-se. Eu nem quero mais sair. Quem se importa?’.”

- Advertisement -

Com isso, também houve uma mudança na forma de consumo. As incertezas estão fazendo com que não haja mais pressa para comprar ingressos, o que afeta diretamente a realização de uma turnê.

“Um exemplo que me vem à mente é o da turnê reunindo Mötley Crüe, Def Leppard, Poison e Joan Jett. Ela foi adiada por quase dois anos e muitos fãs reclamaram. A Live Nation tinha uma pequena estipulação de que quando você comprava um ingresso com antecedência, assim que a Covid chegasse, você tinha uma pequena janela para solicitar o reembolso. Se você não fez isso, então eles tinham o direito de ficar com o seu dinheiro e simplesmente adiar indefinidamente. Então, muitos fãs não estão propensos a comprar entradas com antecedência, como costumavam fazer. Eles estão esperando até o último minuto e adquirindo na porta.”

Mas não para por aí. Corabi também cita outro grande vilão dos tempos atuais: as taxas de conveniência.

“Estive em turnê com Winger e Tom Keifer, fazendo um show solo acústico. Eu tinha alguns amigos em Nashville que iriam me ver no Auditório Ryman. Eles foram comprar um ingresso com antecedência e o valor nominal era de 50 dólares. Mas com as taxas de manuseio, da Ticketmaster e todas essas outras que acrescentaram, acabou custando algo em torno de 125 ou 130 dólares. Então, havia 70 dólares de taxas em um ingresso de 50 dólares. E, curiosamente, alguns desses amigos esperaram até o último minuto e compraram a entrada na porta pelos 50 dólares. Então, há essa desconexão completa. Não consigo definir o que é.”

John Corabi e The Dead Daisies

Além da carreira solo, John Corabi segue excursionando com o The Dead Daisies. No primeiro semestre deste ano, o frontman teve seu retorno à banda anunciado, após quase meia década afastado. Recentemente saiu a coletânea “The Best of”, contando com duas faixas inéditas.

Leia também:  Raven anuncia 4 shows no Brasil para setembro

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasFãs já não compram mais tantos ingressos antecipados, diz John Corabi
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades