A sincera reflexão de Brian May sobre o futuro do Queen

Aos 76 anos, guitarrista admitiu que idade tem pesado na hora dos shows; banda tem apresentações marcadas até fevereiro de 2024

Após a morte do vocalista Freddie Mercury, os membros remanescentes do Queen – exceto o baixista John Deacon – seguiram com as atividades da banda. Entre 2004 e 2009, o guitarrista Brian May e o baterista Roger Taylor excursionaram junto de Paul Rodgers nos vocais e, a partir de 2011, ao lado de Adam Lambert, com quem permanecem até hoje. 

Para os próximos meses, há novos compromissos marcados. Como parte da “Rhapsody Tour”, o grupo passará pela América do Norte entre outubro e novembro deste ano. Já em fevereiro de 2024, realizará uma pequena turnê ao redor do Japão. O giro pode ser o último do Queen no país.

- Advertisement -

Pelas redes sociais, Roger fez a provocação. Ao anunciar a série de apresentações em território japonês, escreveu:

“Estamos muito animados para voltar ao Japão, país que sempre ocupou um lugar especial e premiado. em nossos corações. Essa pode ser a última vez… quem sabe? Prometemos trazer um espetáculo para vocês aproveitarem.” 

Diante da declaração, os fãs cogitaram a possibilidade de uma despedida dos palcos. Para o site Planet Rock, May revelou que a ideia tem passado por sua cabeça, sobretudo pelo fator idade. 

“Sempre pensamos: ‘por quanto tempo mais conseguimos fazer isso?’. Não sei quanto tempo minhas pernas vão aguentar performar e as minhas mãos também. À medida que você envelhece, você começa a ter problemas, sobre os quais você realmente não quer falar, mas que tornam difícil fazer o que você faz.”

Ainda assim, o músico de 76 anos não confirmou nada oficialmente. Ele concluiu o assunto destacando que, enquanto o Queen tiver condições, continuará com os shows. 

“Não quero que as pessoas pensem nesses problemas quando me virem tocando, porque eu dou um jeito, a adrenalina toma conta e eu consigo lidar. Mas vai chegar um dia em que não conseguiremos, isso não vai funcionar. Por enquanto, se pudermos, faremos.”

Queen e Adam Lambert

Em 2009, Brian May e Roger Taylor foram convidados para uma participação especial no show de talentos televisivo “American Idol”. Era a final da oitava temporada e seis competidores haviam chegado até ali.

Leia também:  Mick Mars diz que aceitaria compor com Mötley Crüe novamente

Um deles era Adam Lambert, que vinha se destacando. O cantor performou “Bohemian Rhapsody” em uma das etapas, chamando a atenção de Brian, como o próprio guitarrista relatou no livro “Queen in 3-D”.

“De repente eu comecei a receber mensagens dizendo ‘tem esse cara incrível no American Idol que cantou uma das suas músicas na competição e parece que ele vai vencer a temporada’. Então eu imediatamente procurei no YouTube para ver o que estava acontecendo e, é claro, havia esse jovem incrível cantando ‘Bohemian Rhapsody’ – Adam Lambert. E era evidente que ele era algo completamente fora do comum.”

Na final do programa, a banda e o artista – que acabou em segundo lugar – interpretaram juntos a música “We Are the Champions”. Mesmo com o fim do reality, a possibilidade de uma parceria ficou suspensa ao longo de 2010, já que, por contrato, Adam teve que participar de outra edição do “American Idol”. 

Leia também:  Ozzy Osbourne conta por que criticou Kanye West abertamente por sample não autorizado

Só em 2011 os músicos foram se encontrar novamente, no show de uma premiação, e resolveram reeditar a dobradinha que havia feito sucesso dois anos antes. A partir daí, uniram-se de vez sob o nome Queen + Adam Lambert. 

“Fizemos dois dias de ensaios e, totalmente ao vivo (como sempre), na TV britânica, tocamos ‘The Show Must Go On’, ‘We Will Rock You’ e ‘We Are The Champions’. A resposta foi estupenda. Era unânime que aquilo ‘funcionava’. Então imediatamente começamos a pensar: ‘vamos tentar alguns shows, só para ver o que acontece.’”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasA sincera reflexão de Brian May sobre o futuro do Queen
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades