Lamb of God alerta sobre gatilhos em shows para fãs com estresse pós-traumático

Aviso compartilhado pelo guitarrista Martk Morton também vale para pessoas diagnosticadas com vertigem cintilante e epilepsia fotossensível

O Lamb of God publicou um alerta online a pessoas interessadas em comparecer aos shows do grupo sobre possíveis gatilhos de Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT). O comunicado foi divulgado por intermédio do guitarrista Mark Morton.

A postagem no Twitter aponta que os gatilhos podem ocorrer em função dos elementos visuais que compõem a apresentação.

“Como uma banda, sempre nos esforçamos para montar o melhor show possível para fãs. Sabemos que ingressos não são baratos e não desconsideramos o fato de que estão gastando dinheiro suado para ver a gente tocar. À medida que Lamb of God tem crescido em popularidade, investimos mais e mais na produção. Ultimamente, isso inclui pirotecnia, bombas de clarão e de concussão. Estamos a par que muitos dos nossos fãs serviram nas Forças Armadas e alguns infelizmente possuem TEPT relacionado a combate. 

O propósito desse post é reconhecer vocês… e lhes dar um aviso prévio decente para que possam estar ao menos a par que estaremos usando esses efeitos. Luzes estroboscópicas também, aliás. Se você possui TEPT, saiba que haverá concussão no começo e no fim do nosso set, além de outros tipos de pirotecnias de clarão. Se você está lendo isso e alguém que você conhece precisa saber disso antes de vir a um dos nossos shows, espalhe a palavra. Amamos vocês e queremos que tenham uma ótima experiência. Obrigado por estarem conosco.”

- Advertisement -

Como o Loudwire aponta, o mesmo tipo de aviso se aplica a pessoas sofrendo de vertigem cintilante e epilepsia fotossensível, uma vez que luzes estroboscópicas e bombas de clarão podem induzir convulsões em ambos os casos.

Leia também:  Ozzy Osbourne conta por que criticou Kanye West abertamente por sample não autorizado

Cuidado extra do Lamb of God

O cuidado extra do Lamb of God tem origens em um evento trágico, ainda que não relacionado a TEPT. Durante uma apresentação na República Checa em 2010, um fã chamado Daniel Nosek, de 19 anos, morreu. O vocalista Randy Blythe foi acusado de ter causado o óbito.

Nosek interpretou um chamado do vocalista por mais gritos do público como um convite para subir ao palco. Blythe teria empurrado o fã de volta para a plateia, mas ele caiu do palco de cabeça no chão, entrando em coma e morrendo duas semanas depois.

Leia também:  Olivia Rodrigo doará parte da renda de turnê a ONG de direitos reprodutivos

Blythe ficou preso durante 37 dias sob acusação de homicídio culposo (sem intenção de matar) em 2012, quando a banda retornou ao país. Foi julgado no ano seguinte e acabou absolvido.

À época, em seu Instagram, Blythe escreveu:

“Fui considerado inocente e absolvido de todas as acusações contra mim. Eu sou um homem livre. Por favor lembrem-se da família de Daniel Nosek em seus pensamentos e orações neste tempo difícil. Só desejo paz a eles. Obrigado pelo apoio.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasLamb of God alerta sobre gatilhos em shows para fãs com estresse...
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda
Pedro Hollanda é jornalista formado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso e cursou Direção Cinematográfica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Apaixonado por música, já editou blogs de resenhas musicais e contribuiu para sites como Rock'n'Beats e Scream & Yell.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades