Como é trabalhar com James Hetfield no Metallica, segundo Kirk Hammett

Guitarrista atribui parceria de quarenta anos na banda a influências musicais semelhantes e habilidades complementares

Kirk Hammett e James Hetfield são companheiros no Metallica há quatro décadas. Desde 1983, quando o guitarrista solo ocupou a vaga de Dave Mustaine, os músicos trabalham em conjunto na banda. 

A parceria funciona por variados motivos. Conversando com o multi-instrumentista e professor Rick Beato (via Loudwire), Hammett primeiramente explicou que ele e o colega têm influências musicais semelhantes — mesmo com histórias de vida tão diferentes —, o que colaborou para o entrosamento. 

“Basicamente temos as mesmas influências musicais. Black Sabbath, UFO, Aerosmith, Kiss, Van Halen e depois Judas Priest, Iron Maiden, Motörhead, a NWOBHM (New Wave of British Heavy Metal)… gostamos das mesmas coisas. Gostamos dos mesmos sons de guitarra. Mesmo que ele tenha crescido no sul da Califórnia e eu no norte da Califórnia, somos instrumentistas muito, muito parecidos.”

- Advertisement -

Enquanto os integrantes apresentam o mesmo gosto para a música, as habilidades na guitarra são complementares. Esse é outro fator importante, segundo Hammett.

“A única diferença é que eu toco mais leads. Mas enquanto muito da minha precisão está na minha mão esquerda, muito da precisão de James está na mão direita e aprendemos muito um com o outro.”

A maior “dificuldade”

Apesar das boas trocas, há também os momentos mais difíceis na colaboração. Isso porque, nas palavras de Kirk Hammett, James Hetfield é extremamente prolífero, sem fazer esforços. Como exemplo, citou a criação de “Moth Into Flame”, faixa do “Hardwired… to Self-Destruct” (2016). 

“Eu amo James. Eu o amo como músico, eu o amo como um irmão. Mas é difícil estar em uma banda com ele, porque às vezes ele aparece e toca algo do nada e eu penso: ‘De onde isso veio? Nunca ouvi ninguém tocar algo assim’. E isso sempre acontece. Há algo no ritmo de ‘Moth Into Flame’ que eu nunca ouvi antes em nenhum outro álbum, é tipo um galope com um pull-off. Ele realmente nem precisa se esforçar. Ele pode cair da cama, pegar uma guitarra e tocar sem esforço, eu amo isso.”

A conexão de Kirk Hammett e James Hetfield

Ainda de acordo com Kirk Hammett, ele e James Hetfield possuem uma “estranha conexão emocional”. À revista So What!, do próprio Metallica, o guitarrista solo revelou no início do ano que a mente de ambos os músicos age de maneira similar.

“Quando se trata de James e eu, mentalmente, somos desafiados e, às vezes, somos desafiados de maneira semelhante. Às vezes, quando ele está passando por algumas coisas, eu consigo me identificar totalmente. E eu sinto que, às vezes, quando estou passando por certas coisas, ele consegue me entender. Então, temos uma conexão emocional estranha. Nós nos conectamos em um lugar que não é confortável.”

Leia também:  Por que Chad Smith foi odiado pelos colegas de Red Hot Chili Peppers no início

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesComo é trabalhar com James Hetfield no Metallica, segundo Kirk Hammett
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades