O bluesman de quem Paul Stanley roubou a “pistola do amor” de “Love Gun”, do Kiss

Vocalista e guitarrista considera faixa-título do sexto álbum de estúdio sua favorita para tocar ao vivo

Música que dá nome ao sexto álbum de estúdio do Kiss, “Love Gun” é uma das músicas mais tocadas de toda a carreira da banda. De fato, ela nunca saiu dos setlists das turnês após seu lançamento. Uma posição rara, compartilhada apenas por “Rock and Roll All Nite” e “Detroit Rock City”.

E assim como vários clássicos do rock, ela foi “roubartilhada”. Em depoimento à sua biografia, “Uma Vida Sem Máscaras” (2015), Paul Stanley falou sobre a inspiração, que veio durante um voo para o Japão.

“Ela surgiu inteira durante a viagem: a melodia, a letra, todo o instrumental. Absolutamente tudo. Foi incrível e, no meu caso, raro. Roubei a ideia de uma love gun, ou arma do amor, da versão de Albert King para ‘The Hunter’, que o Led Zeppelin adaptou para ‘How Many More Times’ em seu primeiro álbum. Quando o avião aterrissou, eu estava pronto para gravar uma demo.”

- Advertisement -

À biografia oficial autorizada da banda, “Por Trás da Máscara” (2006), Paul falou sobre seus sentimentos em relação à composição.

“Sempre achei e continuo achando ‘Love Gun’ uma tremenda canção. Provavelmente é a que mais gosto de tocar ao vivo. É algo profundamente Kiss, a considero uma marca registrada nossa.”

Leia também:  A música mais metal do Van Halen, segundo Scott Ian

Kiss e “Love Gun”

“Love Gun” (1977) foi o último disco a contar com participação efetiva dos quatro músicos da formação original do Kiss. Chegou ao quarto lugar da parada americana, vendendo um milhão de cópias à época do lançamento.

A canção saiu como single tendo “Hooligan” como lado B. Chegou apenas ao 61º lugar no Billboard Hot 100.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Threads | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO bluesman de quem Paul Stanley roubou a “pistola do amor” de...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades