Brian Molko pausa show do Placebo após fãs não pararem de filmar

Banda já realizou uma série de ações incentivando o público a não usar celulares durante suas apresentações

Desde a retomada das turnês, o Placebo tem apoiado abertamente a mentalidade “phone-free experience”. Em apresentações, o grupo vem pedindo para que o público não use celulares e aproveite o momento, visando estabelecer uma conexão entre músicos e plateia.

Porém, nem sempre os apelos funcionam. Foi o caso de um show realizado na última segunda-feira (26) em Dublin, Irlanda. Na ocasião, o frontman Brian Molko chegou a parar o concerto, por considerar que alguns fãs estavam filmando em excesso. O momento aconteceu na quarta música do set, “Hugz”.

- Advertisement -

Quando a canção seguinte – “Happy Birthday in the Sky” – teve início, Brian notou que uma pessoa insistia em filmar. Então, conforme registrou o Express, o músico chamou a atenção e pediu respeito.

“Se vocês querem que o show continue, guardem os celulares.”

A publicação ainda ressaltou que seguranças circulavam entre os presentes na 3Arena, os advertindo. Porém, o jornal também destacou que nenhuma diretriz oficial foi declarada de antemão, o que significa que muitos podiam não saber da regra estabelecida pela banda.

Leia também:  Conception anuncia adiamento de shows no Brasil

Experiências sem celulares

Em março do ano passado, no início da turnê de divulgação do álbum “Never Let Me Go”, Brian Molko e Stefan Olsdal publicaram uma carta aberta onde anunciavam:

“O uso de telefones, smartwatches, câmeras e outros dispositivos de gravação não serão permitidos no espaço de performance. O foco é aproveitar a experiência entre banda e público, viver o momento.

Ao chegar ao local, todos os aparelhos serão guardados em bolsas individuais que serão abertas no final do evento. Os convidados mantêm a posse de seus dispositivos o tempo todo e podem acessá-los durante todo o evento apenas em áreas designadas para uso de telefone dentro do local.

Qualquer pessoa vista usando um dispositivo durante a apresentação será educadamente escoltada para fora do local pela segurança.”

Posteriormente, provavelmente após reclamações, a ideia de tomar os dispositivos dos fãs foi abandonada. Em outra nota, os músicos escreveram:

“Gostaríamos de pedir a vocês que NÃO passem o show filmando ou tirando fotos com seus celulares. Isso torna a performance do Placebo muito mais difícil. Mais difícil de se conectar com você e comunicar efetivamente as emoções das músicas.

Também é desrespeitoso com seus colegas espectadores que querem assistir ao show, não a parte de trás do seu telefone. Por favor, esteja aqui e agora, no presente, aproveite. Porque este exato momento nunca mais acontecerá. Nosso propósito é criar comunhão e transcendência.”

Placebo e “Never Let Me Go”

Oitavo álbum de estúdio do Placebo, “Never Let Me Go” saiu no dia 25 de março últimom, pela Rise Records. Foi o primeiro como um duo, após o baterista Steve Forrest ter se retirado. O trabalho chegou ao Top 10 em 13 paradas, com destaque para o número 1 na Alemanha, Áustria, Bélgica (região Valonia) e Holanda.

Leia também:  Journey: como Neal Schon e Jonathan Cain fizeram as pazes, segundo Deen Castronovo

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasBrian Molko pausa show do Placebo após fãs não pararem de filmar
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades