As duas jovens bandas que carregam a tocha do metal, segundo James LaBrie

Vocalista do Dream Theater citou uma atração britânica e outra americana como grandes revelações

James LaBrie está conectado com as novidades do mundo da música. Ao ser questionado pela revista Revolver, o vocalista do Dream Theater citou duas bandas que estão se destacando na linha de frente do heavy metal atual. Para o cantor, elas podem ser as responsáveis por continuar carregando a tocha do estilo para futuras gerações.

A primeira é do Reino Unido e vem se sobressaindo fortemente nas paradas, além de já figurar entre as atrações principais de vários festivais de verão no continente europeu.

“Acho que o Architects está indo bem. Meu filho os apresentou e eles fizeram alguns shows com o Dream Theater pela Europa. Eram todos nossos fãs. Amo a produção dos álbuns deles. É algo superior, muito bem pensado.”

- Advertisement -

A outra menção vai para um grupo americano mais próximo do prog tradicional, embora também com características bem peculiares.

“Tenho que citar o Periphery também. Amo aqueles caras, são músicos incríveis. Gosto de tudo que lançaram até agora. É um som bem pensado, muito técnico e, ao mesmo tempo, bastante voltado ao formato de canções.”

Apesar das escolhas, James garante não ouvir apenas metal em seu cotidiano.

“Acredite ou não, ouço Young the Giant, OneRepublic, até mesmo escuto Coldplay e os últimos álbuns do U2. Propositalmente me afasto do que Dream Theater representa. Mas, de vez em quando, ouço uma banda e digo: ‘Uau, isso é inteligente. Isso é bem pensado e bom para eles. E espero que eles continuem por aí por um tempo’. É o caso do Periphery. Espero que eles continuem pelo caminho que estão traçando.”

Architects e Periphery

Fundado em 2004, o Architects já conta com 10 álbuns de estúdio em seu catálogo. A banda funde influências de metalcore, prog metal, post-hardcore e industrial em sua sonoridade. O disco mais recente, “The Classic Symptoms of a Broken Spirit”, saiu em outubro do ano passado e chegou ao Top 20 nas paradas do Reino Unido, Alemanha e Austrália.

Leia também:  Por que o Iron Maiden não fazia parte da NWOBHM, segundo Paul Di’Anno

Já o Periphery iniciou suas atividades em 2005, na capital dos Estados Unidos, Washington. O sétimo e mais recente álbum do grupo, “Periphery V: Djent Is Not a Genre”, foi lançado em março deste ano. Foi o segundo a contar com distribuição pelo selo independente 3DOT Records.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesAs duas jovens bandas que carregam a tocha do metal, segundo James...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. Foda é você ver como o grande público não valoriza o metal
    Ambas bandas com quase 20 anos de carreira, sendo consideradas como “novas” e praticamente ninguém conhece.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades