Ex-integrante do Cansei de Ser Sexy estuda processar Taylor Swift por plágio

Adriano Cintra acredita que cantora americana tenha copiado o grupo do qual fazia parte no single "Karma"

Ex-integrante da banda brasileira Cansei de Ser Sexy, Adriano Cintra considera processar Taylor Swift por plágio. Isso porque, em sua avaliação, a melodia da canção “Music is My Hot Hot Sex”, lançada em 2007 pelo grupo do qual fazia parte, teria sido copiada pela cantora para criar “Karma”, disponibilizada no álbum “Midnights” (2022) e promovida como single neste ano. 

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o artista relembrou que “Music is My Hot Hot Sex”, depois de ser usada em um comercial da Apple, conquistou a 63º posição na parada Billboard Hot 100. Uma antiga matéria do jornal ainda mostra que um clipe caseiro com a faixa alcançou 100 milhões de visualizações no YouTube em 2008 – sendo o vídeo mais assistido da plataforma na época. 

- Advertisement -

Como Adriano explicou, apesar de não acompanhar o trabalho de Swift, diversos amigos apontaram semelhanças entre as criações e chegaram a pensar que era uma colaboração dos dois artistas. Compare abaixo.

Leia também:  Descendents e Circle Jerks anunciam dois shows no Brasil para dezembro

Em “Music is My Hot Hot Sex”, composta por Cintra em parceria com a vocalista Lovefoxxx, parte da letra diz:

“Music is my boyfriend, music is my girlfriend/ Music is my dead end, music’s my imaginary friend.”

Já o refrão de “Karma” menciona:

“Cause karma is my boyfriend/ Karma is a god/ Karma is the breeze in my hair on the weekend/ Karma’s a relaxing thought.”

Diante das observações, Adriano entrou em contato com Caio Mariano, advogado especialista em propriedade intelectual, que notou tais aspectos. À Folha, o defensor pontuou:  

“É muito parecido. É inegável que é. É a mesma frase praticamente, tem a mesma rítmica, as notas são muito parecidas, a melodia também. Ela apenas canta como se estivesse ‘abrindo a voz’, mas é a mesma melodia. Eu achei muito esquisito.”

No momento, o profissional espera o laudo pericial de dois maestros para entender a possibilidade de processar Swift.

Leia também:  Bruce Dickinson se preocupa com Iron Maiden não se desafiar artisticamente

Não há planos de envolver as outras integrantes do Cansei de Ser Sexy na ação. Ainda assim, a guitarrista Luiza Sá opinou a respeito, também à Folha: 

“No dia que saiu este disco da Taylor Swift, uma amiga minha mais jovem me mandou a música como se fosse uma referência à nossa música. Eu ouvi e entendo porque alguém pode achar que seja uma referência. Se for, que legal. Ao mesmo tempo, não tem como saber. É capaz também de ser só uma coincidência e obviamente ganhamos mais do que ela nessa especulação toda.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasEx-integrante do Cansei de Ser Sexy estuda processar Taylor Swift por plágio
Maria Eloisa Barbosa
Maria Eloisa Barbosahttps://igormiranda.com.br/
Maria Eloisa Barbosa é jornalista, 22 anos, formada pela Faculdade Cásper Líbero. Colabora com o site Keeping Track e trabalha como assistente de conteúdo na Rádio Alpha Fm, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades