Por que Neil Young sofria com o sucesso do Crosby, Stills, Nash & Young

Músico confessava não conseguir identificar realidade do grupo com sua natureza pessoal

Apesar de hoje serem considerados clássicos, os primeiros álbuns de Neil Young não foram um grande sucesso comercial, deixando a carreira do músico em sérios problemas. A salvação veio através de um colega dos tempos de Buffalo Springfield.

Stephen Stills vivia ótimo momento ao lado de David Crosby e Graham Nash no projeto que levava seus sobrenomes. Porém, eles precisavam de mais músicos para os shows. Veio o convite a Young, que aceitou sob a condição de ser incorporado ao projeto como membro oficial.

- Advertisement -

O primeiro álbum do Crosby, Stills, Nash & Young, “Déjà Vu” (1970), chegou ao topo da parada americana e vendeu mias de 14 milhões de cópias. Tudo que Neil queria, certo?

Nem tanto. Em entrevista da época à Rolling Stone (via Far Out Magazine), o canadense falou sobre os contrastes entre as atividades com o supergrupo e o Crazy Horse.

“É como viver duas vidas diferentes. As pessoas que vêm falar comigo por causa de Crosby, Stills e Nash são estranhas em comparação com as pessoas que conheço através do Crazy Horse. Ainda há aquelas que conheço e não têm nada a ver com nenhum dos grupos, uma viagem totalmente diferente. Quando o dia termina, estou completamente perdido.”

Não à toa, Young confessou dificuldades em se adaptar à vida de estrela.

“As turnês que fizemos foram muito bem-sucedidas. Ainda fico surpreso com tantos aplausos e reações. Não sei como isso ficou tão grande. Eles lançaram um bom álbum, você sabe, mas não imaginei que seriam tão grandes. Ganhamos muito dinheiro e acaba sendo difícil me identificar com o que eu estava fazendo antes.”

Neil Young e Crosby, Stills, Nash & Young

Com tanta angústia, não se surpreende que Neil Young tenha encerrado sua parceria com o trio no ano seguinte à entrevista. Ele se reuniria com os amigos várias vezes nas décadas seguintes, mas jamais deixando suas outras atividades de lado por completo.

Leia também:  A banda e o disco que mudaram a vida de Slash, segundo o próprio

Os reencontros do Crosby, Stills, Nash & Young se tornaram mera fantasia desde 18 de janeiro de 2023, quando David Crosby deixou este mundo aos 81 anos.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesPor que Neil Young sofria com o sucesso do Crosby, Stills, Nash...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

1 COMENTÁRIO

  1. Faz exatamente 1 ano que resolvi pegas pra ouvir neil young (antes só conhecia harvest moon) a fundo. Agradeço todos os dias, pois é transformador.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades