O músico que foi demitido do Nirvana e do Soundgarden

Jason Everman garante ter mágoa maior da banda de Chris Cornell, da qual era fã antes de entrar

Jason Everman foi guitarrista do Nirvana por um breve período no ano de 1989. À época, ele chegou a ser creditado em “Bleach”, álbum de estreia do grupo, além de aparecer no material promocional (na foto acima, ele é o primeiro à esquerda). Porém, ele nem chegou a tocar no disco.

O grupo o fez figurar no play como uma forma de agradecimento por ter ajudado a bancar o estúdio usado durante as sessões. O músico participou da turnê de divulgação. Porém, foi demitido na sequência, não chegando a desfrutar do sucesso posterior.

- Advertisement -

A seguir, Jason foi para o Soundgarden, desta vez como baixista, em substituição a Hiro Yamamoto, membro fundador da banda. Porém, a passagem também foi curta, deixando mágoa ainda maior em comparação ao que sentiu por Kurt Cobain e companhia.

Durante aparição no podcast The Joe Rogan Experience (transcrita pelo Ultimate Classic Rock), Everman refletiu sobre as duas situações. E explicou o porquê de ter sentimentos mais fortes em relação à segunda.

“O Soundgarden era, de longe, a minha banda favorita da cena de Seattle. O problema é que não me dei muito bem com Chris Cornell. Aí, é claro, quem teria que sair era eu. Aquilo partiu meu coração, pois eu amava o grupo.”

Jason reconhece, no entanto, que não imaginava ver a banda se tornar tão gigante quanto foi.

“Honestamente, foi surpreendente. Era uma ótima banda, mas eu sempre achei que eles eram um pouco peculiares demais para serem grandes, apesar do fator Chris – um astro do rock geneticamente modificado.”

Quanto ao Nirvana, ele reconhece que a imaturidade dos integrantes pesou para que a parceria não vingasse.

“Éramos garotos, não nos comunicávamos bem. Inicialmente, pensei que seria capaz de contribuir de forma criativa. Até que cheguei a um ponto onde percebi que isso não aconteceria. Nas raras vezes em que realmente ensaiamos como uma banda – o que não foi muito – Kurt meio sem entusiasmo perguntava: ‘Quem tem ideias?’ Eu lançava algumas e Chad [Channing, baterista], um músico muito talentoso por mérito próprio, também. Mas Kurt logo dizia ‘Bem, aqui está a nova música que escrevi’, e começávamos a aprendê-la.”

Jason Everman fora do Nirvana, do Soundgarden e da música

A experiência de ser chutado do Soundgarden foi tão ruim que Jason Everman se afastou de vez do mundo da música. Ele ingressou no exército, onde teve carreira bem-sucedida, chegando a integrar o batalhão de missões especiais.

Leia também:  Semana do Cinema tem ingressos a R$ 12 em todo o Brasil; veja redes participantes

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesO músico que foi demitido do Nirvana e do Soundgarden
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades