A reação de Pattie Boyd após Eric Clapton lhe mostrar “Layla”

À época esposa de George Harrison, a modelo e fotógrafa britânica se sentiu dividida ao conhecer a música

Apesar de ter sido inspiração de hinos como “Something” e “Wonderful Tonight”, a vida de Pattie Boyd está bem mais atrelada na memória popular a “Layla”. O maior clássico do Derek and the Dominos é inspirado na paixão de Eric Clapton pela então esposa de George Harrison.

Mas como ela se sente em relação à composição e seu tema um tanto quanto controverso – especialmente para a época? Em artigo da Classic Rock, publicado ano passado, ela saciou a curiosidade de muitos.

“Quando ouvi ‘Layla’ pela primeira vez, foi imensamente lisonjeiro e um pouco embaraçoso. Afinal de contas, era sobre mim. Eric estava sendo amoroso e apaixonado em suas letras. Não conseguia acreditar que alguém pudesse se sentir assim por mim ou escrever esse tipo de letra. Ele estava em turnê com sua banda e voltou para Londres por algumas semanas. Então, me perguntou se eu gostaria de ir ao apartamento da banda e ouvir o que eles estavam fazendo em Miami. Ele tocou para mim em uma fita cassete e me disse: ‘Você sabe por que eu escrevi isso …’ Eu fiquei tipo, ‘Oh meu Deus, sério? Isso é um pouco público… e sou casada com George.’”

- Advertisement -

O momento embaralhou os pensamentos e sentimentos.

“Eu queria que a música desaparecesse e a adorava ao mesmo tempo. Isso causou grandes tempestades na minha cabeça. Achava Eric incrivelmente atraente e sexy, era ótimo conversar com ele. Estava passando por um momento ruim com George e ele era um bom ouvinte.”

Leia também:  A nada romântica forma como David Gilmour chamou Polly Samson para 1º encontro

Eric Clapton, Derek and the Dominos e “Layla and Other Assorted Love Songs”

“Layla” foi o fio condutor do álbum “Layla and Other Assorted Love Songs” (1970), o único de Derek and the Dominos. Embora não seja formalmente conceitual, o álbum faz referência ao poema persa ‘Laila e Majnun’, de Nizami. Uma história de um amor proibido, tal qual Eric (que se colocou como Derek) se via com Pattie (a tal Layla).

Apesar de não ter alcançado boas posições nas paradas, o disco teve reconhecimento com o passar do tempo, ultrapassando 4 milhões de cópias vendidas em todo o mundo.

Pattie Boyd se separou de George Harrison em 1974. No mesmo ano, passou a viver com Eric Clapton, até se casarem em 1979. Ficaram juntos até 1987, oficializando o divórcio em 1989.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesA reação de Pattie Boyd após Eric Clapton lhe mostrar “Layla”
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades