Benoit David saiu do Yes após Chris Squire zoá-lo no palco

Cantor fez parte do grupo entre 2008 e 2012, registrando o álbum de estúdio “Fly from Here” no período

O cantor canadense Benoit David é mais um daqueles casos de artista que tocava em uma banda tributo e acabou sendo notado pelos homenageados. Ele fez parte do Close to the Edge, que com um nome desses não poderia celebrar a obra de outro grupo senão o Yes. Paralelamente, também integrava o Mystery, que tinha trabalho autoral.

Em 2008, sua performance e similaridade vocal a Jon Anderson chamaram a atenção do baixista Chris Squire. O frontman original estava afastado de seu posto por conta de problemas de saúde. Sendo assim, a grande chance da carreira caiu de bandeja diante de si.

- Advertisement -

O período gerou um álbum de estúdio, “Fly from Here” (2011). O disco marcou ainda a reunião com dois membros da era “Drama” (1980): o tecladista Geoff Downes e o vocalista Trevor Horn, aqui atuando exclusivamente como produtor.

Tudo parecia estar ocorrendo de forma relativamente tranquila. Porém, como Benoit confirmou em recente entrevista à Rolling Stone, a coisa era diferente nos bastidores.

“Uma das coisas mais difíceis na vida é se sentir deslocado. Tive problemas de garganta e não notava muita empatia pelas minhas dificuldades ou pelo que estava passando. Apenas diziam: ‘Resolva isso! Resolva!’ Isso nunca é uma abordagem muito boa para mim.”

Benoit David, Yes e Chris Squire

Curiosamente, foi uma reação vinda justamente de Chris Squire a que Benoit David considerou o estopim definitivo.

“Uma noite, cantando ‘Heart of the Sunrise’, eu não consegui fazer aquela nota aguda no final. Minha voz falhou. O resto da música correu bem. A próxima era ‘I’ve Seen All Good People’, onde há um pouco de solo de cada músico…. Chris me olhou nos olhos e fez um som feio com seu baixo. Tocou mal de propósito, olhou nos meus olhos e disse: ‘Bem, eu vou fazer como você’. Isso doeu, ainda dói.

Eu realmente fiquei louco. Falei um monte de coisas a ele. Nunca havia feito isso com ninguém e nem fiz desde então. Ele apenas dizia de volta: ‘Recomponha-se, cara. Você vai arruinar minha carreira!’ Comecei a entender como as coisas funcionavam. Algo quebrou dentro de mim.”

A parceria se desfez logo a seguir. E o cantor faz questão de ressaltar que não foi demitido, mas anunciou que sairia.

“Queria acabar com aquilo. Não queria ser o responsável por arruinar a carreira de alguém. Além disso, tinha dois filhos adolescentes. Eles precisavam de mim tanto quanto eu precisava deles.”

Logo a seguir, o Yes anunciou Jon Davison como novo frontman. Ele segue com a banda até hoje.

Leia também:  Iron Maiden lançou “Brave New World” há 24 anos; veja outros fatos da música em 29 de maio

Chris Squire faleceu em 2015, vitimado por uma leucemia. Até então, o baixista era o único a ter participado de todas as atividades do grupo.

“Fly from Here” foi relançado em 2018, com o subtítulo “Return Trip” e Horn nos vocais. Benoit ainda apareceu no ao vivo “In the Present – Live from Lyon”, também disponibilizado no ano de 2011.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasBenoit David saiu do Yes após Chris Squire zoá-lo no palco
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades