Mantas rebate Cronos e diz que Venom atual é “abaixo da média”

Guitarrista rebateu críticas do vocalista e baixista, que recentemente descartou reunião da formação clássica da banda

O guitarrista Jeff “Mantas” Dunn veio a público rebater críticas feitas pelo vocalista e baixista Conrad “Cronos” Lant. Após o primeiro ter dito que a formação clássica do Venom – que ainda inclui o baterista Tony “Abaddon” Bray – deveria se reunir pelos fãs, o frontman declarou que as chances seriam abaixo de zero.

Cronos ainda ressaltou que a primeira tentativa de reencontro do trio foi alvo de muitas críticas. Também exaltou o lineup atual, deixando claro que sua principal preocupação seria com a qualidade.

- Advertisement -

Em entrevista ao canal brasileiro Heavy Culture (transcrita pelo Blabbermouth) Mantas respondeu:

“Cronos acabou de dar uma entrevista para a Metal Hammer e houve momentos em que olhei para ela e pensei: ‘Em que planeta isso aconteceu?’ Ele está falando sobre a reunião que fizemos para o Dynamo, em 1996. Falou que tinha ligado para alguém, mas não, ele não ligou para ninguém. Foi Eric Cook, nosso empresário, que infelizmente já nos deixou. Ele e Abaddon que organizaram aquele maldito período de reunião.”

O músico ainda destacou que o colega foi justamente a figura mais difícil de se convencer a levar o projeto adiante.

“Lembro-me de ir a um bar em Newcastle chamado Trillians, combinamos uma reunião lá. Cronos foi o primeiro a chegar. Entrei e houve uma espécie de aperto de mão hesitante e um ‘olá’. Lembro de dizer: ‘Só vim aqui para dizer não. Não vou fazer isso’. E isso foi antes da proposta do Dynamo. Foram necessárias muitas conversas para nos reunirmos. Fizemos o festival Waldrock primeiro.

Houve um dia em que tivemos uma reunião no escritório e Abaddon realmente se levantou e disse: ‘Certo, Conrad, dane-se. Está tudo cancelado. Esqueça.’ Cronos pegou sua bolsa e saiu do escritório. Passou por mim, falou ‘Adeus, amigo’, e saiu. Fui para casa, falei com minha esposa e disse: ‘Bem, é isso.’ Cerca de uma hora depois, recebi um telefonema de Eric dizendo: ‘Voltamos, ele vai fazer.’ Portanto, não vá para a imprensa dizendo que a ideia foi sua em primeiro lugar.”

Críticas e condição para reencontro

Mantas ainda destacou que o Venom Inc, banda da qual faz parte, é quem tem feito shows comemorativos. Como o de 40 anos do álbum “Black Metal”, no festival alemão Keep it True.

“Sabe por que nós que temos sido chamados? Porque os três originais não conseguem se juntar no palco e dar isso aos fãs. Agora Cronos está dizendo: ‘oh, eu não vou subir no palco com aqueles velhos para fazer uma performance abaixo da média’. Vou te dizer uma coisa: assista aos vídeos de sua própria banda se quiser ver uma apresentação abaixo da média. Isso me irrita profundamente.”

Mesmo assim, o guitarrista ainda teria uma condição para realizar um reencontro.

“Faço um apelo a todos que são membros desta banda, não apenas aos originais. Tony Dolan e eu já conversamos sobre isso. Para celebrar o Venom, deveria haver um show onde todos que foram membros – Mikey Hickey, Jim Clare, Abaddon, Cronos, Mantas, Tony Dolan, Al Barnes, Danté, Stu, qualquer que seja – deveriam subir em um palco tocando sua era do grupo. Ao final da noite, a formação original toca alguns dos clássicos só para os fãs. Eu já tentei. Quem entrou em contato comigo? Ninguém. Nenhum deles tem coragem de fazer isso. E essa é a verdade.”

Sobre o Venom

Fundado em 1978, o Venom se tornou a banda primordial do que viria a ser conhecido como black metal. Até o momento, o grupo lançou 15 discos de estúdio. O mais recente, “Storm the Gates”, saiu em 2018.

Leia também:  12 shows internacionais de rock e metal no Brasil em março de 2024

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasMantas rebate Cronos e diz que Venom atual é “abaixo da média”
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades