Wilko Johnson, guitarrista do Dr. Feelgood, morre aos 75 anos

Músico e ator de “Game of Thrones” chegou a receber diagnóstico de câncer terminal em 2013, mas descobriu no ano seguinte que condição não era tão grave assim

Morreu na última segunda-feira (21), aos 75 anos de idade, o guitarrista Wilko Johnson, conhecido especialmente por seu trabalho no Dr. Feelgood na década de 1970. A causa não foi informada oficialmente, mas o Daily Mail afirma que ele faleceu em decorrência de um câncer no pâncreas – doença da qual ele anunciou ter sido curado em 2014 após um diagnóstico equivocado e uma cirurgia.

Até pouco tempo atrás, Johnson estava fazendo shows e turnês com sua banda solo, a The Wilko Johnson Band, seu principal projeto desde a saída do Dr. Feelgood em 1977. Em nota, a família do músico declarou:

“Esse é o anúncio que nós nunca quisemos fazer, e os estamos fazendo, em nome da família de Wilko e da banda, com muito peso no coração: Wilko Johnson morreu. Ele faleceu em casa, na noite de segunda-feira, 21 de novembro de 2022. Obrigado por respeitarem a privacidade da família de Wilko nesse tempo tão triste, e obrigado a todos por terem sido um apoio tremendo por toda a vida incrível de Wilko.

Descanse em paz, Wilko Johnson”

- Advertisement -

Sobre Wilko Johnson

Conhecido pelo estilo de tocar, usando os dedos da mão direita nas cordas ao invés de uma palheta, Wilko Johnson é considerado um dos pais do punk rock britânico, ainda que seu estilo tenha sido bem mais orientado ao chamado pub rock. O reconhecimento veio devido aos 4 discos que gravou com o Dr. Feelgood, grupo que propunha uma volta às origens do rock, mas com intensidade.

Leia também:  Spotify diz ter pago US$ 4,5 bilhões a artistas e selos independentes em 2023

Após deixar o grupo, apostou em uma carreira solo que foi bastante prolífica especialmente na década de 1980. Envolveu-se ainda em projetos como o Solid Sensers e Ian Dury & The Blockheads.

Em 2013, Johnson foi diagnosticado com um tipo raro e extremamente agressivo de câncer no pâncreas. Foi dito ao artista que ele teria apenas alguns meses de vida. Ele optou por não receber tratamento e continuou fazendo shows e gravando normalmente.

No ano seguinte, porém, foi revelado que ele havia sido diagnosticado de forma errada: o problema de saúde era bem menos agressivo e tratável. O músico foi submetido a uma cirurgia de 11 horas que retirou um tumor de 3 kg e lhe deu garantia de vida.

Leia também:  DJ Ashba diz que mudará nome legalmente para apenas uma palavra e explica razão

Na época, ele colaborou com o vocalista Roger Daltrey (The Who), no álbum “Going Back Home” (2014), que ele acreditou que seria o último de sua vida. Johnson gravou e fez shows por mais 8 anos.

Entre os fãs de séries de TV, o músico também é conhecido por ter interpretado o personagem Ser Ilyn Payne em “Game of Thrones”. O trabalho foi realizado em quatro episódios das duas primeiras temporadas da produção.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasWilko Johnson, guitarrista do Dr. Feelgood, morre aos 75 anos
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes
André Luiz Fernandes é jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Interessado em música desde a infância, teve um blog sobre discos de hard rock/metal antes da graduação e é considerado o melhor baixista do prédio onde mora. Tem passagens por Ei Nerd e Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades