Os 50 melhores discos de 2022 segundo o Loudwire

Site optou por não ranquear os álbuns, destacando-os em ordem cronológica de lançamento

Um dos sites mais conceituados de rock pesado, o Loudwire revelou sua lista com os 50 melhores discos de 2022.

No ar desde 2011, a página é um dos projetos do conglomerado Townsquare Media, que tem mais de 300 estações de rádio nos Estados Unidos. Dezenas de sites fazem parte do grupo, como o Ultimate Classic Rock (focado em rock clássico), PopCrush (música pop), Taste of Country (música country) e Noisecreep (heavy metal), entre outros.

- Advertisement -

Confira os 50 melhores discos de 2022 na opinião da equipe do Loudwire. Detalhe: ao invés de ranquear, eles colocaram na ordem cronológica de lançamento.

Os 50 melhores discos de 2022 para o Loudwire

Fit For An Autopsy – Oh What the Future Holds

Korn – Requiem

Venom Prison – Erebos

Eddie Vedder – Earthling

Slash feat. Myles Kennedy & The Conspirators – 4

Bloodywood – Rakshak

Allegaeon – Damnum

Bad Omens – The Death of Peace of Mind

Hammerfall – Hammer of Dawn

Scorpions – Rock Believer

Ghost – Impera

Yelawolf & Shooter Jennings – Sometimes Y

Abbath – Dread Reaver

Animals as Leaders – Parrhesia

Soul Glo – Diaspora Problems

Red Hot Chili Peppers – Unlimited Love

Jack White – Fear of the Dawn

Papa Roach – Egotrip

Dorothy – Gifts from the Holy Ghost

Undeath – It’s Time… to Rise from the Grave

Rammstein – Zeit

Fozzy – Boombox

Halestorm – Back from the Dead

Malevolence – Malicious Intent

Kardashev – Liminal Right

Motionless in White – Scoring the End of the World

Leia também:  Kiko Loureiro terá participações de Bumblefoot, Lobão e Luis Mariutti em shows

Nova Twins – Supernova

The Warning – Error

Municipal Waste – Electrified Brain

Shinedown – Planet Zero

Arch Enemy – Deceivers

Five Finger Death Punch – Afterlife

I Prevail – True Power

Muse – Will of the People

Megadeth – The Sick, the Dying… and the Dead!

One Ok Rock – Luxury Disease

Ozzy Osbourne – Patient Number 9

Electric Callboy – Tekkno

The Mars Volta – The Mars Volta

Slipknot – The End, So Far

Counterparts – A Eulogy for Those Still Here

Lamb of God – Omens

Alter Bridge – Pawns & Kings

Lorna Shore – Pain Remains

Architects – The Classic Symptoms of a Broken Spirit

Polyphia – Remember That You Will Die

Devin Townsend – Lightwork

Disturbed – Divisive

Nickelback – Get Rollin’

Tallah – The Generation of Danger

Em comentário editorial, o site destacou:

“É incrível ver a quantidade de artistas importantes lançando novos discos este ano. Muita coisa aconteceu com o Megadeth desde que seu último álbum ganhou um Grammy, levando a muitos rumores e especulações sobre a música. O Slipknot nos deixou em alerta máximo depois de lançar uma nova música em 2021. E Ozzy Osbourne nos deu um dos álbuns mais repletos de estrelas da história do metal, apresentando uma riqueza de colaborações imperdíveis.

Você também teve Red Hot Chili Peppers, agora com John Frusciante de volta, dobrando e nos dando dois álbuns em 2022. Essa façanha também foi igualada por Jack White, que estava muito atrasado para novas músicas, então ele lançou dois novos discos.

Enquanto isso, artistas como Lorna Shore, Arch Enemy, Motionless in White e Polyphia realmente deram o próximo passo lançando algumas das melhores músicas de suas respectivas carreiras.”

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioNotíciasOs 50 melhores discos de 2022 segundo o Loudwire
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui


Últimas notícias

Curiosidades