Só no metal bandas de sucesso são chamadas de “vendidas”, diz Zoltan Bathory

Guitarrista do Five Finger Death Punch abordou natureza divisiva da banda junto ao público: "talvez não entendam o que significa se vender"

Com 9 álbuns de estúdio, o Five Finger Death Punch é uma das bandas mais bem-sucedidas em anos recentes no meio do rock pesado. A banda costuma alcançar altas posições em charts, além de emplacar singles e tocar nas rádios de forma mais comum do que alguns colegas de estilo.

Porém, assim como há o bônus, também há um ônus violento, vide as críticas e perseguições protagonizadas pelos fãs mais radicais de metal. Em entrevista ao FaceCulture (transcrita pelo Metal Injection), o guitarrista Zoltan Bathory reconheceu a natureza da situação.

“As coisas são como são. No começo incomoda um pouco, você não entende. Eu trabalhei pra caramba para chegar onde estou. As pessoas não têm ideia do quanto ralei. Não surgiu do nada. São 30 anos de construção. Eu tinha 12 anos quando fiz meu primeiro violão de uma mesa de centro porque não tinha dinheiro para comprar um.”

- Advertisement -

O músico foi além ao fazer uma constatação sobre o quanto fazer sucesso incomoda o lado mais conservador do headbanger comum.

“Ivan (Moody, vocalista) apontou isso outro dia. Ele disse: ‘Você já reparou que em qualquer outro gênero se alguém conseguir um hit número um, eles são celebrados, enquanto no heavy metal, você é um vendido?’ Como? Talvez eles não entendam o que significa se vender. Porque eu faço exatamente o que quero fazer. Não estou em um trabalho que odeio. Ninguém está me pressionando para fazer algo que não quero. Eu toco exatamente a música que eu gosto. Então, na verdade, isso é exatamente o oposto de se vender.”

Leia também:  Quando Ozzy Osbourne disse que Dio e Tony Iommi não tinham carisma

Zoltan Bathory contra os “detentores” do metal

Ainda de acordo com Zoltan Bathory, dar um monte de dinheiro para uma banda não garante que ela será popular. Ele também fez críticas aos fãs de metal que pensam ser “detentores” do gênero musical.

“Há quem diga que o metal deve ser sempre underground. Quem acha que basta uma gravadora injetar dinheiro claramente não têm ideia do que está falando. Você não sabe nada sobre a indústria da música se acha que é assim que funciona. Não há valor que possa fazer as pessoas simplesmente gostar de uma banda do nada. Da mesma forma, a indústria não vai investir em algo que não atraia o público. Nosso primeiro disco foi feito em casa, produzido por nós. Somos o exato oposto do que essas pessoas dizem.”

Leia também:  Reboot de “O Corvo” com Bill Skarsgård ganha data de estreia e fotos

Five Finger Death Punch e “AfterLife”

AfterLife”, álbum mais recente do Five Finger Death Punch, saiu no último dia 19 de agosto. O trabalho foi o primeiro a contar com o guitarrista Andy James, que substituiu Jason Hook.

Atualmente, a banda excursiona pela América do Norte tendo o Megadeth como atração de abertura.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

ESCOLHAS DO EDITOR
InícioCuriosidadesSó no metal bandas de sucesso são chamadas de “vendidas”, diz Zoltan...
João Renato Alves
João Renato Alveshttps://twitter.com/vandohalen
João Renato Alves é jornalista, 40 anos, graduado pela Universidade de Cruz Alta (RS) e pós-graduado em Comunicação e Mídias Digitais. Colabora com o Whiplash desde 2002 e administra as páginas da Van do Halen desde 2009. Começou a ouvir Rock na primeira metade dos anos 1990 e nunca mais parou.

DEIXE UMA RESPOSTA (comentários ofensivos não serão aprovados)

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias

Curiosidades